quem lê blogs hoje em dia?

quem lê blogs

eu não lembro exatamente onde vi um comentário desses, mas outro dia apareceu na timeline do Facebook que os blogs estão morrendo e ninguém mais lê o que a gente escreve. que é tudo Youtube, que o que importa são os vídeos e como eles são feitos. que a escrita tá perdendo espaço pro visual e que é isso, é o fim.

de fato, escrever um blog em pleno 2017 parece um desafio e um pouco sem sentido – quem quer ler um textão quando tem tanto vídeo por aí? bem mais fácil apertar o play do que ler 1000 palavras sobre um assunto na internet. tem gente que nem passa do título, num é assim que funciona hoje em dia?

eu sempre fui muito apaixonada pela escrita, e ela já foi a minha maior alegria e maior tristeza ao mesmo tempo, você já sabe disso (se não, pode clicar aqui para saber do que eu tô falando). e, confesso, não tenho muita paciência para vídeos. esse é um dos motivos pra eu ter parado de gravar, há mais ou menos um ano e meio. eu até fazia vídeos pro blog, mas foi uma junção de zero paciência + não tô achando um formato legal que me fez desistir dessa ideia (por enquanto).

é muita ingenuidade nossa achar que só um formato é o ‘certo‘ e que só ele funciona. o Medium tá aí pra não me deixar mentir. mas assim como tem muitos blogs legais e blogs ruins, tem vídeos legais e vídeos ruins. e é bizarro a gente acreditar que todas as pessoas vão receber a nossa mensagem da mesma maneira e pelo menos formato (spoiler: não vão).

o que eu quero dizer com isso é: por que fazer qualquer coisa, se não por um motivo verdadeiro? hoje me caiu a ficha de que ainda existia um lugar de mim que escreve no blog por um benefício próprio, atrás de alguma coisa que eu acho que vai me fazer feliz. eu sei bem o que é isso: reconhecimento. receber o reconhecimento alheio ainda me parecia tentador.

ao mesmo tempo, eu tô vendo que isso não vai dar certo. não vai dar certo porque o que eu tô buscando não tem nada a ver com o blog, e sim com uma sensação. e esse é só um lugarzinho onde eu vou atrás disso.

acontece que eu já sei que eu tenho muita coisa pra entregar pra vocês. eu sei o quanto as pessoas vem aqui atrás de um bálsamo, de uma sensação gostosinha, de um abraço e uma xícara de chá. mas eu tava regulando a água e me limitando batidinhas nas costas à la Sheldon. mas não mais.

não mais porque as pessoas ainda leem blogs, sim. ainda existe um carinho por essas páginas criadas com tanto amor e tantas palavras pessoais. e também tem lugares pra vídeos. tem lugar pra todo mundo, gente. o que importa não é o que você faz, é como faz. com que sensação? o que você tá ensinando pro mundo toda vez que liga uma câmera ou escreve um textão?

pode ser raiva. pode ser rejeição. pode ser um pedido por reconhecimento. pode ser uma vontade de ser aceita. ou pode ser amor. você pode ensinar o amor e ser um ponto de luz num mundo tão, tão, escuro. eu tinha escolhido ficar em cima do muro. até descobrir que o ‘em cima do muronão existe: ou você escolhe por uma coisa ou por outra. eu tava escolhendo continuar pedindo ao invés de entregar.

mas eu quero ensinar amor. eu quero colocar pra rodar uma coisa que existe em mim e que pede todos os dias pra ser ouvida. é um alarme que toca incessantemente pedindo atenção, mas eu viro a cara e coloco uma música alta pra fingir que não tô ouvindo.

como é que você faz pra se distrair do seu alarme? tanto faz se você escreve, se grava, se desenha ou se canta. o que é que você tá ensinando quando faz o que faz? a boa notícia é que se você tava passando uma coisa que não acha que é legal, tá em tempo de mudar de ideia.

então, quem lê blogs hoje em dia? as justificativas podem ser muitas: quem não gosta de vídeo, quem é old school, quem é mais velho e não se dá bem com Youtube, quem também escreve blogs, quem ama ler. ou pode ser mais simples: quem tá atrás do que eu tenho pra entregar. e ponto final.

não é mais uma questão de ‘o que eu quero‘. tem gente precisando de mim. será que eu vou mesmo continuar regulando a água do chá quando tem alguém morrendo de frio na minha frente?

dá um arrepio só de pensar. diante disso, então, eu decido entregar tudo o que eu tenho pra salvar você que tá do outro lado da tela dessa sensação horrível que a gente tanto conhece. e mostrar que existe SIM um outro jeito de viver. e nessa a gente se ajuda e caminha junta pra esse lugar feliz.

o blog deixou de ser um projeto meu pra ser uma ferramenta pra vocês, pra quem precisa, pra quem quer mudar o que sente todo dia, quando acorda atrás do amor que tanto busca. eu decido aceitar a minha missão e ser uma referência.

eu me comprometo a aceitar o amor. e agora me comprometo a compartilhá-lo também.

tomar chá na xícara de café não tem graça, no fim das contas.

 

fevereiro 10, 2017

RELATED POSTS

69 Comments

  1. Responder

    Sheilas

    maio 12, 2017

    Olha….eu muitas vezes prefiro ler blogs interessantes do que que ficar vendo vídeos. Eu prefiro interpretar o texto do que ter tudo pronto na minha frente. Imagino tudo como um livro e o filme do livro(o livro é sempre melhor pq tem muitos mais detalhes). Sem falar que eu prefiro muito mais escrever do que gravar pro meu Canal, porque escrevendo eu sinto que posso ir muito mais além o no vídeo eu tenho que delimitar o que vou falar e cuidar para o vídeo não ficar longo. Mas no meu blog não…lá eu posso falar até de mais! kkkkk
    Bjus linda!

  2. Responder

    Nati

    maio 1, 2017

    Conheci teu blog por meio do blog Querido Deus, Obrigada por me exportar! (http://vivendolaforanoseua.blogspot.com.br).
    O teu título me chamou atenção de imediato e não poderia deixar de vim ler. Achei maravilhoso tudo o que tu disse, pois sinto e penso as mesmas coisas.
    Há um tempo atrás queria ir junto com a massa e fazer vídeos, fazer posts sobre moda e coisas que não fazem parte do meu mundo, mas aprendi que tem espaço pra todo mundo que nem tu disse e automaticamente também tem público pra todo mundo. Hoje vejo que tenho que escrever pelo mesmo motivo que comecei, por amor e para me ajudar a ser uma pessoa melhor.
    Gostei muito daqui, vou salvar aqui pra ler sempre <3
    Boa semana, beijos!

    • Responder

      Maki

      maio 3, 2017

      é isso mesmo, Nati! tem espaço pra todo mundo nesse mundinho lindo que a gente chama de internet ♥

  3. Responder

    Daniele

    abril 23, 2017

    Lemos sim e amamos conteúdos de qualidade, bem escritos como o seu. Eu ainda acredito na revolução do bom conteúdo e li recentemente (No Facebook da Martha Gabriel, escritora de livros da área de Tecnologia) que o Google foi obrigado a retirar cortar certos anúncios de vídeos no Youtube a pedido dos próprios anunciantes, por conta de conteúdo de má qualidade e repleto de palavrões.
    Seja nos nossos Blogs, seja no Youtube, conteúdo de qualidade sempre fala mais alto e é por isso que os blogs nunca vão morrer.
    Grande abraço!

    • Responder

      Maki

      maio 3, 2017

      não é? eu concordo muito com você, Daniele!

  4. Responder

    cris

    abril 17, 2017

    Adorei seu blog, o tom da sua escrita. Acho que nós ligamos muito para o resultado e esquecemos o prazer do percurso. Eu sou do tipo que acredita que no universo não há lixeira, que tudo tem o seu lugar e que não adianta tentar jogar fora ou esquecer o que quer que seja. Então: ainda tá valendo ler um bom livro tanto quanto assistir um vídeo no youtube. Já fui mais light na minha escrita, hoje me sinto ácida querendo voltar ao doce (estou um docinho de boldo, por enquanto!). Em resumo: escrever blogs é tão bom quanto ler longos e intermináveis livros e assistir séries inteiras ou rever novelas e filmes que valem a pena. O Youtube tem o seu espaço mas, com certeza, não é o universal! E falar também tem sua arte e muitos não a têm – eu canso de muito trololó que poderia ser resumido num minuto. As pessoas se perdem falando. Acho a escrita mais concisa, mais direta por incrível que pareça. É isso: continue blogando, bloguemos juntas!

    • Responder

      Maki

      abril 18, 2017

      cris, é isso mesmo! todo mundo tem o seu espaço e cada um que lê um livro, um post ou vê um filme vai atrás daquilo que a pessoa quer passar. tem lugar para todos mesmo ♥ e vamos juntas!

  5. Responder

    Karina Marques

    março 13, 2017

    Já são quase 7 anos no mundo dos blogs, mas nunca me encontrei de fato e quando meu quinto blog começou a criar “sucesso”, eu me senti vazia e incomodada com o conteúdo que produzia. Já não estava mais me identificando, sabe?
    Então fiz uma longa pausa e em 2016 criei o que tenho hoje. Fiz vários vídeos para o canal até que perdi a vontade e deixei de atualizá-lo por 4 meses. Foi aí que percebi que eu amo escrever sobre comportamento, sempre amei, mas ficar diante da câmera para falar sobre não me empolga tanto, o que é meio estranho para uma jornalista, KKKKKK.
    Até pensei em desistir do meu blog, mas aí eu lembrei: tem gente fiel que lê isso aqui. Amei o post, amei sua maneira de escrever, amei o blog e voltarei aqui novamente com certeza!
    Um beijo enorme <3

    • Responder

      Maki

      março 13, 2017

      ahh, Karina. volte sempre mesmo ♥ tem gente que se adapta melhor ao vídeo, outras que se adaptam mais ao texto escrito, mas o importante é que sempre tem alguém pra ler/ver o que a gente produz. então vamos escrever pra essas pessoas que acompanham o que gente faz, né?

  6. Responder

    Gisley Scott

    março 3, 2017

    Me identifiquei com várias passagens nesse post e já vi essa mesma pergunta no facebook. Particularmente eu acho que um vídeo dá muito mais trabalho, principalmente com toda a parte de edição. Um videozinho feito bem bonitinho com trilha sonora e tudo, de 7 minutos, vai levar no mínimo, 1 à 2hrs de edição(isso sem muito trololó).

    Eu prefiro escrever rsrsrs!!! Quando solto vídeo, solto bem orgânico mesmo, sem muito rebuscado. Adoro ler e conhecer novos blogs, principalmente aqueles que ainda mantêm um estilo de diarinho. Mergulhar no profundo de outro ser humano é algo que me fascina.
    Beijos!

    • Responder

      Maki

      março 5, 2017

      olha, confesso que eu levo mais ou menos o mesmo tempo pra fazer um post viu? sou bem exigente com a minha escrita e escolha de imagens e tudo mais. tem horas que eu fico meio ‘ah, qualquer coisa serve!’, mas na maioria das vezes eu demoro MUITO pra montar um post. então acho que isso é bem relativo mesmo!

  7. Responder

    Larissa Zorzenone

    março 3, 2017

    Adorei seu texto. A internet é um espaço tão amplo. Tem lugar pra todo tipo de conteúdo e para todos, que gostam de ler, de assistir ou somente ouvir.

    • Responder

      Maki

      março 5, 2017

      não é? eu também acho ♥

  8. Responder

    Carol Vieira

    março 1, 2017

    Eu leio vários blogs, exatamente pela sensação, eu me sinto abraçada por eles. Sempre fui apaixonada por ler, e quando escrevo no meu blog, sinto que estou passando a mesma sensação para outras pessoas. Vida longa aos blogzinhos ♥

    • Responder

      Maki

      março 5, 2017

      num é? ler blogs é tipo um abraço mesmo <3 eu amo demais

  9. Responder

    Paloma Wancleia

    fevereiro 24, 2017

    Olá Maki,

    Eu não sei se já deixei algum comentário aqui no Desancorando, mas hoje… especialmente hoje, eu cheguei até esse post e parece que você estava falando diretamente comigo. Mal cheguei na metade do post e já comecei a chorar, isso porquê você é incrível. Suas palavras são incríveis. Elas nos passam um conforto sem igual. Obrigada por esse post, Maki. Obrigada por compartilhar palavras de conforto. <3

    Eu ainda leio blogs. :)

    • Responder

      Maki

      fevereiro 26, 2017

      ahahaha como você é fofa Paloma! brigada pelo seu comentário ♥ fiquei muio emocionada!

  10. Responder

    REJANE LIMA

    fevereiro 21, 2017

    Minha irmã e eu temos um blog e dia desses, em conversa uma com a outra, fizemos esse questionamento: quem ainda lê blog? Será que estamos falando com as paredes? Será que a nossa voz repercute nesse mundão que é a net? Penso que sim. Ainda há espaço para escrita, para aqueles que que gostam de escrever e para aqueles que gostam de ler blogs. E, o seu post, foi alentador para mim nesse sentido. Não conhecia o blog, mas passo a segui-lo. Se lhe interessa, cheguei aqui por indicação da “linkparty” da Sernaiotto.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 26, 2017

      isso aí, Rejane! se tem carinho, tá valendo. e tem espaço pra todo mundo mesmo. a internet é um lugar gigantesco. se você quiser entregar alguma coisa de coração, com certeza tem gente que vai querer receber.

  11. Responder

    Débora

    fevereiro 21, 2017

    Quando o texto aparece no momento certo: foi esse texto.
    Eu tive blogs lá pela adolescência, e enrolei MUITO para fazer outro. Por mais que eu quisesse, eu tinha vários “e se…”. Mas, ai um dia, (quase agora) fiz.
    Eu realmente acredito que qualquer coisa feita de coração é válida.
    A internet é um lugar imenso (infinito, talvez?) e tenho certeza que tem um lugarzinho para todo mundo. Pode sim assistir vídeo no youtube, mas também dá para ler os blogs né?
    Ah, e te achei procurando sobre o bullet journal. Fui uma pessoa que tava atrás do que você queria entregar.
    Então, se é de coração, vale sim!

    Beijos

    • Responder

      Maki

      fevereiro 26, 2017

      Débora, que comentário mais FOFO! toma um abraço: *abraça*
      é exatamente isso. se é feito de coração, tá valendo. tanto faz se você só quer postar no Instagram, se quer ter um blog ou um canal no Youtube. o formato não interesse se você coloca algo verdadeiro por trás, né? ♥

  12. Responder

    Kamilla

    fevereiro 21, 2017

    Nossa estou aqui boba com esse blog. ❤ Gosto muito de ler blog acho um passatempo bem gostoso quando se acha pessoas com uma escrita, com um sentimento que dá para sentir do outro lado igual senti com o seu blog.
    Eu há mais ou menos dois anos quis criar um blog, partilhar momentos do meu dia a dia sabe? Aos meus olhos são coisas incríveis. kk Desisti da ideia por vários motivos: assunto, melhorar escrita, nome para o blog e por aí vai… cheguei a pensar ano passado e o que aconteceu? Criei um canal no YouTube para compartilhar tutorias, publiquei uns 4 vídeos apenas…
    Não estava me sentindo completa, no início estava aquela ânsia aquela empolgação mas depois desanimei, perdia meus sábados gravando e editando e não estava feliz, o que era para ser um hobby se tornou uma obrigação. Eu tinha noção que teria que postar toda semana, editar e publicar uma coisa de qualidade! Logo vinha aquele pensamento “com um iPhone 4, não vai sair nada de qualidade” e aquilo já estava me deixando chateada, preocupada e nervosa. Foi então que começou os comentários negativos, um em cima do outro e o que aconteceu? O esperado, parei de postar e deixei o canal como está, não estava preparada para nada daquilo! Sem qualidade de vídeos, sem material, sem qualquer paciência e como disse, aquilo se tornou UMA OBRIGAÇÃO. Hoje a ideia do blog voltou, pois minha vida está dando um giro de 360° que tem coisas que tem acontecido nela que para mim muitos vão se identificar e como você pode notar eu adoro escrever e detalhar tudo, com essa virada que minha vida tomou, veio a pergunta: Será que devo?
    Foi onde pesquisei e achei seu blog. ❤

    • Responder

      Maki

      fevereiro 26, 2017

      Kamilla, eu entendo muito a sua frustração. mas sabe que manter um blog dá tanto trabalho quanto cuidar de um canal diferente. as ferramentas mudam, mas o trabalho é o mesmo, em essência. tem dias que me dá preguiça de pensar em post em foto pro Instagram e por aí vai. mas aí eu lembro que têm pessoas que amam o que eu escrevo e que esperam por um conteúdo que faça com que elas se sintam bem. e aí a motivação volta voando! não importa o que você faça, o que importa é o como. se tiver carinho, então tá valendo. ♥

  13. Responder

    Paty

    fevereiro 20, 2017

    Te acompanho há alguns meses Maki, e assim como a maioria dos seus leitores, sou contra normose!!
    Adoro ler, e fico triste quando entro em algum blog que acompanhava e vejo que migrou para um outro tipo de mídia, fotos ou vídeo…Sem contar que, se muita gente gosta de escrever, outras tantas gostam de ler…♥ Eu sempre gostei, e mesmo tendo 42 anos ainda guardo minhas agendas rs rs
    Adoro o modo como escreve, como partilha suas conquistas. Vibrei quando tomou coragem e cortou o cabelo bem curtinho.
    Uma ode aos blogs!
    beijo.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 26, 2017

      ah, como você é fofa, Paty! obrigada pelas palavras ♥
      não acho que a gente deva ficar chateada porque as pessoas encontraram outras formas de se expressar, só lembrar sempre que têm público pra tudo!

  14. Responder

    Amanda Aragão

    fevereiro 20, 2017

    que post mais gostoso! senti-me abraçada. <3 (aqui fala uma old school :D haha)
    eu ainda leio blogs. quase não comento, mas leio. e os amo. prefiro os blogs a efemeridade das redes. muito se compartilha e pouco se troca. aqui, em espacinhos como este, é tudo tão mais aconchegante e íntimo, pessoal. ♥ mesmo que vídeos sejam mais líquidos, sempre vou preferir o mergulho das palavras de um texto. eu leio. sou leitora. isso muito me define. exatamente porque texto, pra mim, é o que você disse, é entrega, doação. eu me doo quando escrevo, recebo quando leio.
    obrigada pelo presente deste texto. :)

    • Responder

      Maki

      fevereiro 20, 2017

      Amanda, você é muito fofa! sim, eu entendo. essa questão de identificação é muito importante. mas o legal é a gente perceber que essa entrega por acontecer independentemente da forma. pode ser em vídeo, em texto e em um tuíte. é uma questão do que você sente quando faz o que faz, sabe? e, mais importante do que qualquer coisa, tem espaço pra todo mundo fazer essa entrega, mesmo. aí é só as pessoas escolherem o formato mais didático pra receber esse conteúdo. ♥

      • Responder

        Amanda Aragão

        fevereiro 23, 2017

        siiiiim, concordo muito com você! :D minha resposta ao seu texto ficou incompleta, mas quis dizer que cada um tem sua própria forma de entrega e/ou sua própria forma de receber aquilo, da maneira com a qual mais se identifica, e que o texto é a minha. :)
        aos meus olhos, as redes sociais como twitter, instagram e facebook são cada vez mais efêmeras. amo o twitter (10 anos tuiteira!) e gosto bastante de às vezes acompanhar o dia a dia das pessoas através de seus olhos no instagram, mas são momentos. “eternizados”, mas efêmeros. o que aquilo me diz de quem postou é muito pouco ou quase nada, muitas vezes apenas o superficial. mesmo que haja pontos fora da curva, estes são exceções.
        vídeos são um ótimo veículo pra certos tipos de conteúdo e eu consumo bastante, mas meu relacionamento com eles é outro, sabe? mesmo os tipos vlog. mas concordo que muita gente tem com eles o relacionamento que tenho com textos.
        no entanto, ainda assim, a mim parece que vídeos e instagram sempre vêm com certo apelo de continuidade, um esforço maior em que o produto final seja atrativo, que os textos em blogs pessoais old school não têm. pra mim, a grande maioria desse tipo de conteúdo fica na categoria “entretenimento”, coisas pra passar o tempo.
        já o texto em blogs old school sempre me parecem que precisaram ser “paridos”, que vieram de uma necessidade do autor de externalizar algo, e depois que ele está no ar, está. não tem finalidade. a única finalidade daquele texto era nascer. era ser. sabe? e esses são os meus preferidos.
        mas, claro, isso tudo é a minha perspectiva, a partir dos meus gostos e minha experiência pessoal, né? haha.
        mas acho mesmo ótimo que hoje haja inúmeras maneiras de entrega de conteúdo e espaço pra elas, porque torna tudo muito mais democrático e todo mundo pode aproveitar e fazer suas escolhas, não importa a preferência e identificação ou o tipo de conteúdo que tem mais facilidade ou prazer. :D

  15. Responder

    Jéssica Lorena

    fevereiro 19, 2017

    as pessoas procuram o que é mais fácil, mas nem todas, acho que quando a gente descobre o que quer de verdade a gente encontra pessoas que também se identificam com a gente ou elas que encontram a gente. Fico chocada com o tanto de gente abandonando o blog pra ir pra outra plataforma lá por ser mais fácil. Tem muita gente que gosta de ler ainda, que prefere um bom blog old school. Amo ler blogs, amo escrever no meu, e amo quando percebo que outras pessoas gostam do que escrevo

    • Responder

      Maki

      fevereiro 20, 2017

      é, a gente sempre encontra aquilo que busca e no formato que é mais didático pra gente, né? a forma que vai nos ensinar mais sobre o que a gente quer saber. ♥

  16. Responder

    Selma Barbosa

    fevereiro 18, 2017

    Eu acho que nunca nenhum post resumiu tanto o amor pela blogosfera em geral. Meus amigos dizem que é um vício, que não entendem porque ler se “youtubers fazem a mesma coisa de um jeito mais fácil”. A verdade é que realmente busco o que só é passado pela escrita. Porque, por mais que digam que o vídeo torna-se mais próximo do espectador, eu ainda acredito que nada tem a familiaridade de um blog, do tempo dedicado à escrita pelo blogueiro, pela dedicação à cada novo post. Como você nos ofereceu chá, eu ri sozinha e eu juro por Deus que cheguei a sentir o quentinho por dentro e o cheiro inconfundível de chá de camomila. Sabe, quem lê blogs quer isso: interação com um quê de amizade de longa data. E mesmo que a quantidade de pessoas que curtem esse prazer diminua ao longo dos anos e migrem para uma outra plataforma, essas pessoas nunca serão extintas, porque sempre vai ter gente que prefere o carinho que se é ler textão.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 20, 2017

      Selma, é exatamente isso! pode ser que plataforma mude, mas se a sensação for a mesma, então tanto faz, sabe? se todo mundo sentir esse quentinho no coração que você sentiu, então eu tô mais do que feliz ♥

  17. Responder

    Lala Batista

    fevereiro 17, 2017

    O Maki! Bom, primeiramente, eu queria dizer que amo seu blog de paixão!Descobri ele faz uns dois meses e realmente amei tudo por aqui. Segundo, Eu tenho o mesmo pensamento que você com relação à leitura e a relação das pessoas com ela. O povo está cada vez mais preguiçoso, né? Tem preguiça de comer direito, de fazer exercícios, de viver além da tela do celular ou do computador, e de ler. Mas ainda existem pessoas nostálgicas como nós que ama o cheiro do papel antigo de um livro do século passado, ou passar longos minutos lendo textos enormes e com um bom conteúdo na internet é acho que é pra essa galera aí que estamos escrevendo. Gente como a gente!

    Beijinhos! Fica com Deus! <3

    • Responder

      Maki

      fevereiro 20, 2017

      pois é, eu concordo! mas acho que é mais do que isso também. a gente escreve pra quem tá em busca de um lembrete do que é verdadeiro, sabe? e isso independe de geração, de idade, de gosto pessoal ou de qualquer outra coisa. é uma questão de buscar uma sensação que lembre as pessoas de quem são de verdade. é pra essas pessoas que eu escrevo ♥

  18. Responder

    Natasha Arruda

    fevereiro 16, 2017

    A grande maioria das pessoas preferem o que é fácil, os vídeos trazem essa características, mas por outro lados essas pessoas não são fieis, basta aparecer outra modinha que elas se vão. rsrsrs
    Aprendi que tudo é uma questão de público alvo, de nicho sabe, é fato que o número de pessoas que realmente buscam significado naquilo que lêem ou vêem é menor do que os demais. Eu entendo que blogs em sua maioria possuem um público seleto.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 16, 2017

      sim, isso é verdade. acho que se você sabe com quem fala, fica mais fácil mesmo. engraçado que eu nunca tive um público certo em mente, mas sempre pensei em conversar com quem busca uma sensação mesmo, um carinho, sabe?

  19. Responder

    Chell

    fevereiro 15, 2017

    Ai que lindeza de post. Eu não quero largar meu blog e assim como vc eu também quero entregar algo com ele. Esperança no coração! =D

    • Responder

      Maki

      fevereiro 16, 2017

      simm ♥ muita esperança que dá tudo certo!

  20. Responder

    Gi Lima Frazão

    fevereiro 15, 2017

    A diferença de quem acha que o blog está morrendo para quem não acha é essa vontade de entregar valor pras pessoas. A fase de fazer por fazer ou pra ficar famosa tá morrendo rsrs. Os que ficaram querem doar em vez de receber e isso me anima a continuar escrevendo <3. Como disseram, você disse o que muitas querem falar e com as palavras mais lindas. Obrigada por isso =*

    • Responder

      Maki

      fevereiro 16, 2017

      nossa, é isso mesmo! acho que as pessoas estão entendendo que ficar famosa na internet não é só uma questão de ‘ter um blog’. você precisa ter alguma coisa pra entregar, algo que faça as pessoas voltarem, sabe? ♥

  21. Responder

    Talita Rodrigues Nunes

    fevereiro 15, 2017

    Eu leio blogs diariamente. E não tenho nenhuma perspectiva de parar.
    Excelente reflexão! Super concordo!
    Sobre o amor: o que acontece, de fato, é que a gente ama conforme foi ensinado a amar. Fico tão feliz e tão mais crente na humanidade quando vejo pessoas dispostas a ensinar os outros a amar.
    Aqui tem uma reflexão minha sobre isso: http://somelhora.com.br/index.php/2016/02/16/amor-de-geracao-para-geracao/

    • Responder

      Maki

      fevereiro 16, 2017

      verdade, a gente ‘ama’ conforme aprende sobre o que é o amor. mas existe um lugar da gente que teve e sempre terá aquilo que é amor de verdade. acessar esse lugar automaticamente nos coloca em um lugar de cuidador e a gente cuida porque ensina justamente o que é o amor mesmo. e é esse lugar que eu tento colocar em cada palavra que escrevo ♥

  22. Responder

    milca abreu

    fevereiro 14, 2017

    Não tenho muita paciencia com videos também… amo escrita e amo ler coisas que as pessoas escrevem. Respondendo à pergunta do titulo do post: eu. eu leio blogs hoje em dia

    • Responder

      Maki

      fevereiro 16, 2017

      essa falta de paciência é normal, né? num é um formato que agrada todo mundo. e que bom ♥ fico feliz!

  23. Responder

    Clara Rocha

    fevereiro 12, 2017

    Eu leio blogs hoje em dia e vou continuar lendo o seu sempre e sempre e sempre. Obrigada por mais um post importante na minha vida.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 12, 2017

      ahaha mano, você é muito fofa! eu não aguento ♥

  24. Responder

    Jéssica Teles

    fevereiro 10, 2017

    Obrigada por não negar um chá quando sinto frio aqui do outro lado. <3

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      jamais ♥ pode tomar quantas xícaras cê quiser!

  25. Responder

    Ellen

    fevereiro 10, 2017

    Maki, que lindo!
    Tava querendo também desabafar sobre isso lá no blog, essa onda de vídeos e de que os blogs morreram me deixa tão triste! Porque acredito que tem espaço pra todo mundo e que blog tem outro intuito muito além de “fazer sucesso”, só quem escreve e ama ser blogueiro é que sabe. Aliás, eu AMO teu blog demais <3

    Abraço!

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      pois é, eu fico de cara com essa galera que acha que não tem lugar pra todo mundo… é muito limitante isso né? quem não gosta de vídeo fica como? órfão de conteúdo? claro que não!
      você é uma fofa! obrigada ♥

  26. Responder

    Aline

    fevereiro 10, 2017

    Ó, eu venho aqui, leio os textos e não páro pra comentar, mas gosto muito da sua forma de espalhar amor nessa internê! Eu sou a pessoa que prefere ler textões do que assistir vídeos (na maioria das vezes)…
    Tem mesmo um lugarzinho pra todo mundo. Bjo

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      ahahaha fofinha ♥
      brigada pelos comentários, Aline!

  27. Responder

    Silmara

    fevereiro 9, 2017

    Conheci seu blog há pouco tempo. Comecei a ler e fiquei um bom tempo lendo os posts anteriores. É sempre agradável passar por aqui e ver algo novo…fico refletindo. Me identifiquei com muita coisa . Gosto da variedade. Sinto-me em casa!

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      bem-vinda, Silmara! ♥

  28. Responder

    Ana Marcílio

    fevereiro 9, 2017

    É a primeira vez que chego aqui. Nunca havia lido nada seu e amei este texto. Um ‘amô’ de palavras!
    Chegar aqui e saber que receberei amor é honroso! Obrigada, moça!
    Vou acompanhá-la a partir de hoje.

    Até mais <3

    PS: Desculpe o elevado número de exclamações, porém é assim mesmo que me sinto.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      ahahaha pode usar quantas exclamações quiser, Ana! não tem problema não!
      e seja muito bem-vinda! ♥

  29. Responder

    Adriana Chaves

    fevereiro 9, 2017

    acho incrível as “coincidências” desse cantinho mágico chamado blogosfera: você tá vivendo, pensando, transpirando um assunto desesperadamente, aí você acessa um blog e tcharaaam, a pessoa lá do outro lado escreveu exatamente sobre aquilo. é uma conexão gostosa que faz a gente sentir que não está sozinho… eu tenho pensado nisso mesmo, porque estou nesse processo de inaugurar um blog em pleno 2017: será que ainda vale a pena? e aí eu lembro que não é necessariamente o resultado que mais importa e sim o processo. o que e quem você agrega no caminho. e eu me sinto parte do seu caminhar. um grande beijo.

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      você nunca vai estar sozinha nessa, Adriana! que incrível que você decidiu inaugurar seu blog esse ano! faça com muito carinho ♥

  30. Responder

    Divana Barbosa

    fevereiro 9, 2017

    Oi Maki!
    Nem preciso dizer que eu amei o seu texto e que ele só fala verdades.
    Eu me assustei esses dias vendo o mundo de vídeos que estão sendo postados no youtube com diversas finalidades e o quanto muitos blogs estão migrando para a plataforma. Eu, pessoalmente, não tenho muita paciência para assistir aquilo que pode ser escrito e entendido de forma fácil. Vou pro Youtube procurando conteúdo original e mais complexo de ser entendido apenas por texto.
    Agora, quero ver o quanto vai subir os uploads nos canais por causa da mudança no Youtube: os vídeos podem ser enviados via celular pro site em breve.
    Eu sou daquelas que gosta muito de ler textos e só assisto vídeos de assuntos relevantes (Omelete, Nerdologia, Glocal, entre outros).
    Abraços!

    • Responder

      Maki

      fevereiro 10, 2017

      é, é um movimento porque o pessoal vai onde eles acham que a audiência tá também né? mas as pessoas esquecem que não é todo mundo que gosta de vídeo… sei lá, eu não tenho muita paciência pra vídeo não, prefiro ler mesmo, mas é questão de preferência. vamos acompanhar, né? mas eu sigo achando que sempre vai ter espaço pra todo mundo ♥

  31. Responder

    Claudia Hi

    fevereiro 9, 2017

    Que amor Maki! ♥

    Também acredito que tem lugar pra todo mundo. Ainda tem muita gente acompanhando blogs, gente que gosta de ler textão, gente que se identifica com você.

    Seus textos sempre me emocionam. Sempre me dá aquela pontadinha no coração sabe! Continue escrevendo e compartilhando amor querida!

    • Responder

      Maki

      fevereiro 9, 2017

      num é? ♥
      tem lugar pra todo mundo mesmo, e nisso a gente vê como todo mundo é importante e como toda expressão é válida, sabe?
      você é uma fofa. muito obrigada mesmo! ♥

  32. Responder

    Clayci

    fevereiro 8, 2017

    Agora que estou entrando no Youtube e tenho que dizer que sou muito mais escrever hahahaha
    Criar conteúdo é maravilhoso (em qualquer formato), mas me sinto livre e melhor me expressando por palavras e fotos, sabe?
    Eu amo ler blog! Meu Feed tem uma listinha que nunca diminui e tento sempre visitar os amigos rs..

    • Responder

      Maki

      fevereiro 9, 2017

      é uma questão de facilidade também né? a gente praquilo que se identifica mais e com o que se sente mais confortável. mas têm espaço pra tudo e pra todos ♥

  33. Responder

    Marina

    fevereiro 8, 2017

    Eu ainda leio blogs! A blogosfera não é mais a mesma, muita gente migrou pro Youtube e eu até entendo esse pessoal. Acho vídeos bem legais e dá pra ver muito a personalidade da pessoa neles, mas eu ainda prefiro ler. Gosto de blogar também, e por mais que pareça sem sentido pra alguns, continuo escrevendo porque gosto. E gosto de ler o que os outros escrevem também, e falar o que penso do que eu li. E eu ainda não tinha percebido isso, hoje mesmo estava me questionando porque eu escrevo meu blog, e então me lembrei (de novo). Obrigada pelo post!

    • Responder

      Maki

      fevereiro 9, 2017

      é, então, muita gente migrou e se deu muito bem nessa, mas a palavra escrita ainda faz meu coração bater mais forte ♥
      e que bom que você lembrou! agora coloca isso nos seus textos e tá tudo certo ♥

  34. Responder

    Ana Bonfim

    fevereiro 8, 2017

    Aaaaaaaaaa Maki, que coisa mais linda! Eu me emocionei aqui porque leio muito blog ainda sim! E leio muito o seu blog sim! Até o gif do Sheldon achei que era um texto sobre terminar, mas depois só ri porque é sobre continuar e continuar mais intensamente! Sério, amo você e tudo o que você escreve! Tem me ajudado muito sabe? <3

    • Responder

      Maki

      fevereiro 9, 2017

      ahhh, Ana, você é tão fofinha, sério! ♥
      brigada por esse comentário. e é isso mesmo, é continuar mais intensamente, é entregar tudo o que eu tenho pra ver você bem ♥
      se tá funcionando então eu já sou eternamente feliz e grata!

LEAVE A COMMENT