Manual real oficial para espalhar amor na internet

Essa semana que eu passei meio afastadinha do blog (por pura falta de organização, preciso ressaltar), me veio na cabeça como a gente tem que lidar com algumas coisas que são quase que desnecessárias na internet.

Isso tudo começou porque eu fiz um texto pra um dos meus freelas sobre a Paris Jackson, e como ela disse que a internet criava um peso na cabeça dela com todas as críticas e comentários maldosos. Eu, ainda bem, não sei o que é isso – nunca tive haters em nenhum dos meus blogs –, mas não consigo nem imaginar o que é ver coisas horríveis ditas sobre você o dia inteiro.

Manual real oficial para espalhar amor na internet

Eu já comentei aqui que a gente tem mais é que incentivar as pessoas no mundo online, essa galera incrível da qual eu faço parte e que tem um trabalhão pra criar conteúdo legal. Mas vai além disso, acho que a gente podia começar uma política de espalhar amor na net mesmo, sabe? Quanto mais amor a gente espalha, mais a gente recebe, e quem sabe assim a gente não muda uma coisa que é tão comum, né?

Foi assim que eu pensei nesse manual para espalhar amor na internet (patente pendente, já diria Barney Stinson)! Ele tá mais pra mandamentos, se você reparar bem, mas a base da ideia é a mesma: disseminar só coisas boas por aí e não deixar que as ruins nos afetem – até mesmo por isso, eu prefiro sempre tratar qualquer manifestação de ódio com amor.

1.Não escreverás aquilo que não gostarias de ler

Sabe quando você vai na foto de alguém e fala ‘nossa, que roupa horrível!’. Então. Vamos parar para pensar um minutinho. Se a foto fosse sua e alguém comentasse isso, você se sentiria bem? Ficaria feliz? Provavelmente não, né? Então não escreva na foto dos outros aquilo que você não gostaria de ler nas suas próprias fotos/posts

1.1.‘Ai, mas ela famosa, tem que saber lidar com isso’

Não tem não, miga. Para de achar que gente ‘famosa’ é imune à baixa autoestima. Não é. Essas pessoas também têm sentimentos, também se acham feias de vez em quando, também acham que poderiam ter feito uma foto melhor. Elas têm tantas inseguranças quanto você. Mas você acredita que a vida no Instagram reflete a realidade e não olha o que está por trás de tudo isso. Leave as pessoas famosas do Instagram alone, ok? (E isso vale para todas as outras redes, sociais #fikdik)

2.Farás críticas construtivas

Qual a diferença entre ‘esse post ficou péssimo’ e ‘o tema do post é ótimo, por que você não aborda pela visão X ou Y da próxima vez?’? Um é ódio jogado na cara, o outro é uma crítica construtiva. Você não é obrigada a gostar de tudo no mundo (diria que isso é impossível), mas você pode lidar com as coisas com mais leveza, pensando em quem está do outro lado da tela. Aquela pessoa pode não saber como escrever bem ainda, como fazer um post como as grandes blogueiras ou sei lá mais o quê. Use o espaço de comentários para agregar e não para fazer a pessoa se sentir mal consigo mesma, para criar briga, sabe?

Falando nisso…

3.Não disseminarás a discórdia online

Sabe por que as coisas ruins sempre parecem ter uma proporção muito maior do que elas têm? Por que a gente fica alimentando essa sensação de discórdia. É aquela coisa, você sabe que alguém cometeu uma gafe e aí você pega a pipoca e fica lendo os comentários, vendo o circo pegar fogo. Só de ler você já tá alimentando a coisa toda.

O que fazer nesse caso, então? Simples. Não comprar a briga alheia. Aliás, não comprar briga e ponto. É fácil reconhecer quando uma pessoa tá a fim de brigar, de causar intriga. O que você pode fazer nesses casos é reconhecer que a pessoa está sentindo coisas não tão legais e que ela quer encontrar uma válvula de escape pra isso. Não seja essa válvula. Reconheça, abençoe e bola pra frente.

4.Não xingarás ninguém, nem a mãe de ninguém

Autoexplicativo, né? Apenas que ninguém é obrigada.

5.Lerás tudo duas vezes antes de tirar conclusões precipitadas

Lembra quando eu falei ali em cima que é fácil a gente reconhecer quando alguém quer briga? Então, olhar isso no outro pode ser fácil mesmo, mas na gente… A gente não tem o costume de olhar pro que sente, sabe? Por isso é importante a gente sempre ler duas vezes as coisas todas. No calor do momento, a gente lê uma palavra errada, assume coisas que não são verdade e aí o circo tá armado, de fato.

Por isso, calma. Se você leu um comentário que te causou uma coisa ruim, para, lê de novo e pensa com calma antes de responder.

5.1. ‘Ah, mas a pessoa me xingou mesmo, falou merda de mim!’

Nesse caso, o procedimento é o mesmo. Reconheça que ela tá passando muito mal, abençoa e bola pra frente. Se você quiser responder, faça isso de forma que o seu coração fique em paz e não que te deixe agitada, nervosa. Existe uma diferença bem perceptível.

6.Não dirás nada, se não tens nada bom a dizer

Acho que isso também é meio autoexplicativo, mas vamos lá. Se você sente que não tem absolutamente nada de positivo, de construtivo para falar, é melhor então seguir o velho ditado: ‘guarda pra você’.

7.Pensarás na vida do outro lado da tela

A internet é maravilhosa, mas criou um hábito horrível: a gente esquece que tem vida do outro lado da tela. A gente pegou essa mania de escrever as coisas sem pensar que tem alguém lendo (porque, às vezes, parece que é assim mesmo) e faz o que dá na telha sem achar que alguém vai se importar com isso. Mas vai gente. Não seja essa pessoa que esquece da vida, que fala as coisas sem pensar no outro. Tudo o que todo mundo quer é ser amado. Lembra disso sempre que for escrever qualquer coisa, tá?

8.Buscarás e darás o carinho, sempre

Usar os dedinhos frenéticos pra brigar com alguém parece tão mais fácil, mas tenta fazer a mesma coisa pra dar carinho pra alguém. Te garanto que vai ser a sensação mais incrível de todas. E é tão viciante quanto arranjar briga online.

8.1.Não usarás o carinho para ganhar seguidores

Uma coisa é você ser sincera no que está escrevendo, outra é usar de um sentimento falso para conseguir fama na internet. O primeiro é mais do que ok. O segundo é um grande ‘NOT TODAY,SATAN’.

9.Pensarás no propósito

Qual o seu propósito escrevendo esse comentário? É só mostrar que você existe? É deixar um carinho? É falar algo que a pessoa pode levar pra vida? O que é que você quer com isso? Ter o seu propósito em mente é sempre bom pra guiar o que você vai dizer. Dificilmente você vai ficar ~de boas~ se perceber que o seu propósito é só causar, né?

10.Pensarás com o coração, sempre

Pode parecer a mesma coisa do propósito e, na verdade, eu acho que as duas tão meio que ligadas mesmo. Pensa com o coração, sabe? Ele sabe o que é melhor. A nossa cabeça tá cheia de porcaria, não para de fritar um segundo sequer, mas ele sabe como fazer tudo isso ficar em silêncio. Escuta o que ele tem a dizer e segue o caminho que deixa ele em paz.

Eu sei que tudo isso pode parecer meio GOOSFRABA (e é mesmo), mas quando mais a gente adotar essa postura no dia a dia, mais fácil ficar de desviar do que é ruim e focar no que é bom e que deixa a gente com uma sensação gostosinha sabe?

Manual real oficial para espalhar amor na internet
Gooosfraba

TOO LONG DIDN’T READ. Se você é o tipo que achou esse post longo demais e ficou com preguiça de ler (te entendo, miga), segue anexo o resumo:

  1. Não escreve o que você não quer ler
  2. Não compre brigas (sua ou dos outros)
  3. Pense sempre em quem está do outro lado da telinha
  4. Não tire conclusões precipitadas
  5. Pense com o coração, sempre.

É isso. Bora disseminar o amor, tá bom? Então tá bom.

Você acrescentaria alguma coisa ao manual? Me conta nos comentários!

 

10 comentários

  1. Acho que esse post deveria ser impresso e mandado para casa de todas as pessoas que tem na internet. Ou, deveria existir uma política de voz que antes de ligar o pc ou o cel poderia ser cantado em uma música chiclete! hahaha ACHO VÁLIDO.

    1. Maki respondeu Clara Rocha

      IMAGINA UM GINGLE COM ESSE POST? ahahahahaha ♥

  2. BARBARA comentou:

    Excelente! Vou linkar no meu post de sexta ♥ todo mundo deveria ler este post e, principalmente, seguir o que ele diz hahahah um beijo

    1. Maki respondeu BARBARA

      ahahahahaha, que bom que você gostou, Barbara, fico feliz <3

    1. Maki respondeu Jeniffer Geraldine

      vamos espalhar muito ♥

  3. Marina comentou:

    Meu propósito nesse comentário é dizer que gostei muito e deixar um incentivo pra você continuar escrevendo posts como esse <3

    uma coisa que eu sempre digo é que a gente teria muito menos brigas na internet se as pessoas pudessem ver quem está do outro lado da tela. raramente vejo brigas e discussões pessoalmente, mas na internet não precisa nem procurar pra achar.

    Beijocas e continue escrevendo esse blog lindão <3

    1. Maki respondeu Marina

      não é? no ~mundo real~ parece mais difícil a gente encontrar motivos pra brigar com alguém (mas não é impossível né?). a questão é que encontrar briga online é mais fácil porque a gente só vê a tela do computador, não vê quem tá ali do outro lado, lendo o que a gente escreve.
      obrigada <3 pode deixar que vou continuar escrevendo!

  4. KARINE comentou:

    não dirás nada se não tem nada de bom a dizer > pra mim, uma das coisas mais importantes (na internet ou na vida). amei o post, maki <3

    1. Maki respondeu KARINE

      não é? eu também acho <3

deixe seu comentário