resumaki #12 – janeiro

resumaki janeiro

minha. nossa. 

um pouquinho sobre janeiro…

eu tô escrevendo esse post às 23h29 de quarta-feira, dia 31 de janeiro de 2018, e meio que tinha desistido de fazer esse post porque o dia foi corrido, eu tô cansada e não conseguia parar de pensar que só o que eu queria era dormir cedo – a maior mentira da internet, não é mesmo? mas, mesmo assim, cá estou, revivendo essa tag maravilhosa quase-meia-noite-de-dia-da-semana pra contar um pouco sobre o primeiro mês desse novo ano.

e tudo o que eu consigo dizer é o que eu já escrevi ali em cima: minha. nossa. bem assim, com a pontuação no meio da frase pra dar uma entonação diferente, do tipo ‘eu não acredito que euzinha vivi esse tanto de coisa incrível e quero chorar só de lembrar de cada segundo desse mês‘.

foram milênios que se passaram em 31 dias. que começou com uma festa de ano novo incrível que rendeu milhares de momentos fantásticos, inclusive essa foto minha com a Gabs que eu quero emoldurar de tão linda que é (te amo, Gabs!).

teve o primeiro brunch do ano com uma pessoa que é maravilhosa, a Helena, e por quem eu tenho um carinho imenso. teve sorvetes gostosos, muitos donuts deliciosos que causaram nos comentários do Instagram e teve amigo secreto do pessoal da Coe (o Cauê me tirou ♥ e eu ganhei uma sessão de voz com ele – UMA DAS COISAS MAIS INCRÍVEIS QUE EU JÁ FIZ NA VIDA).

teve tantos abraços e beijos que eu fico com o choro entalado na garganta e o coração saltando forte no peito de tanta emoção. teve colagens no bullet journal. teve um clube do livro, que eu criei junto com duas pessoas que eu admiro tanto que parece sonho a gente ter se tornado tão amigas nos últimos meses. falando nisso, teve também encontro ao vivo e a cores com a Loma, depois de tanto tempo só de amizade pela internet, e teve ainda esse presente maravilhoso que eu ganhei da Mel – e o carinho dela transbordou as barreiras estaduais e me invadiu com tudo.

teve amor. teve muito amor. de você pra mim. de mim pra você. com as pessoas ao meu redor. teve permissão, sabe? e um tanto de coisa incrível que eu nem sei explicar também, só sei que aconteceu e quando eu olho pra trás fico descrente com como eu mudei no último ano, e hoje eu não tenho mais medo de exercer a minha felicidade agora e dizer pra todo mundo em alto e bom som:

meu. Deus. como eu amo vocês. 

… e algumas coisinhas que valem a pena compartilhar

um post que amei escrever: diário #96 – apenas esteja lá (vocês também gostaram, né?)

um post que amei ler: What I Learnt From Taking a Month Off From Blogging, do The Anna Edit

um livro: Tartarugas até lá embaixo, do John Green

uma pessoa: você, que me acompanha e me dá tanto carinho, todos os dias ♥

uma música: alguém me ajuda, eu não consigo parar de ouvir Anavitória

o que dizer de 2018, que mal começou e eu já considero pakas?

6 comentários

  1. Renata comentou:

    Nossa, obrigada por ter me apresentado Anavitória! São maravilhosas!

    1. Maki respondeu Renata

      elas não são incríveis? sou muito apaixonada!

  2. Divana comentou:

    Maki,

    Quero compartilhar da sua felicidade.
    2018 começou sendo maravilhoso pra mim também e eu estou muito feliz por tudo o que tenha acontecido (mesmo nos bad days que sempre vão existir).

    Abração!

    1. Maki respondeu Divana

      aaaa Divana, que legal ♥ compartilha, sim! é bem mais gostoso!

  3. Uau quantas coisas maravilhosas em um mês não é mesmo ? Eu também tive a sensação de ter vivido bastante em Janeiro. Queria ter vivido muito mais. Mas fico feliz de ter conseguido superar algumas ansiedades sobre o futuro incerto e viver de bem com as decisões que fiz. Eu só queria te falar que anavitória é mesmo maravilhoso demais e viciante e elas são muito crush! poxa vida. Essa foto com a gabs tá puro amor mesmo, coisa mais linda da vida. Sinceramente, não sei nem o que falar! Emoldura mesmo! HAHAHAHAH
    lominha e mel sempre duas queridas. ♥

    1. Maki respondeu clara rocha

      ahahahah Clarinha, eu te amo tanto ♥ você é muito amor.

deixe seu comentário