resumaki #11 – novembro

resumaki de novembro

eu queria que vocês conseguissem sentir um pouquinho do que eu sinto todos os dias… mas, pensando bem, eu acho que dá por aqui, né?

um pouquinho sobre novembro…

nossa, novembro foi um mês tão cheio de carinho, sabe? tão cheio de amor… já começou com uma viagem incrível pra praia no feriado do dia 2. tinha tanto tempo que eu não entrava no mar, tanto mesmo, que tomei um susto com o quão gostoso é se refrescar depois de um tempão debaixo do sol. aliás, como é bom tomar sol, gente, sentir o calorzinho na pele, secar a água do mar deitada na cadeira, tomar sorvete de limão e comer isca de peixe. só façam que nem a amiguinha aqui e passem muito protetor solar, ok? ah, e não façam como a amiguinha também, que esqueceu o chapéu e queimou o couro cabeludo inteiro.

teve cafés deliciosos cheio de conversas incríveis com pessoas que eu amo, e eu acho que transformei em uma meta pessoal conhecer todos os lugares fofinhos dessa cidade e fazer fotos de cima das minhas xícaras de cappucino e das coisinhas gostosas que eu como no meio do caminho. tem dado certo até agora.

eu ainda acho meio difícil acreditar que isso aconteceu mesmo, mas eu fui no show do Coldplay e foi uma das experiências mais incríveis da minha vida. eu acho que nunca assisti um show com tanto amor envolvido, com tanto apreço pelo público, com tanta entrega… minha nossa, tem horas que eu ainda fecho os olhos e vejo aquele mar de gente com as pulseirinhas coloridas cantando Fix You e me dá vontade de chorar… falando nisso, você chegou a ler a minha newsletter sobre esse show? escrevi aos prantos, confesso. (ah, se você nem sabia que eu tinha uma newsletter, dá pra se inscrever aqui ó).

foi um mês de muito trabalho (muito mesmo) que renderam umas fotos em lindonas no processo. de almoços acompanhados de pessoas queridas e muitos sorrisos. foi inclusive o mês que eu consegui voltar a ler definitivamente, graças à uma dica da fofinha da Mel (brigada, Melzinha ♥). foi um mês em que fez 20 graus em plena primavera e eu tive mais alguns dias pra sair de botinhas por aí.

teve um dia incrível no Brooklin Coletivo em que eu passei a noite inteira conversando com as pessoas da minha vida, dançando muito e cantando a plenos pulmões músicas que eu nem conhecia tão bem assim. foi um mês cheio de permissão – eu me permiti viver mais, amar mais, sorrir mais. ser mais leve, como eu sou de verdade. e como você é também.

… e algumas coisinhas que valem a pena compartilhar

um post que amei escrever: amorzices: como recuperar o amor pela blogosfera?

um post que amei ler: por que eu blogo?, do e agora, isadora?

um livro: The Little Book of Skincare, Charlotte Cho

uma pessoa: a Mel, que é sempre um docinho e uma inspiração

uma música: ‘there’s a light that you give me when I’m in shadow’

e eu tenho certeza que dezembro vai ser tão incrível quanto. e você?

 

resumaki #10 – outubro

resumaki outubro

acho que nunca, jamais, eu conseguiria imaginar que teria um mês tão incrível quanto esse último.

um pouquinho sobre outubro…

por muito tempo, eu fiz contagem regressiva pro meu aniversário. um mês antes eu já tava lá falando ‘faltam 30 dias pro dia mais incrível do ano‘ e lembrando todo mundo do quanto esse dia maravilhoso tava próximo. 2017, porém, foi diferente. eu tava animada ao mesmo tempo que senti que não precisava mais disso. porque o presente que eu ganhei era um que eu poderia compartilhar com todos, todos os dias. e foi isso o que eu tentei fazer em outubro.

o mês já começou incrível. teve encontrão da galera do trampo, quando todo mundo passa uma semana trabalhando junto. foi corrido, foi cansativo, mas foi tão legal lembrar o quanto eu amo essas pessoas e fazer a melhor foto de time de todos os tempos. essas meninas me lembram todos os dias porque esse trabalho vale a pena, sabe? (e tem muito mais a ver com elas do que com os assuntos que eu escrevo) teve vista maravilhosa da Paulista, teve cafés da manhã deliciosos em conjunto e teve aquela sensação de que a gente sempre consegue lidar com o que aparece na nossa frente, sabe?

falando em trabalho, outubro foi um mês de muito trabalho. muito mesmo. mas tudo bem, porque eu aprendi que posso trabalhar junto com as pessoas mesmo quando a gente tá longe umas das outras. ou que a gente pode se encontrar num café gostoso na Vila Madalena e passar o dia inteiro trabalhando e comendo coisas gostosas. o dia rende e a gente tem alguém lembrando o tempo inteiro que não tá sozinha.

aqui no blog, eu fiz duas coisas que nunca imaginei que faria. a primeira foi criar um projeto de blogagem coletiva com uma das pessoas que eu mais admiro na blogosfera, a Lominha. a segunda foi tirar do papel uma ideia super legal (que a Lominha também me ajudou a criar, na verdade) sobre bullet journal / diário em tópicos. é a primeira vez que eu me sinto tão empolgada com projetos pro blog e com aquela sensação de que isso é incrível e importante, sabe? primeiro porque eu tô compartilhando (ainda) mais da minha vida com vocês. e segundo porque eu sei como isso é legal pra gente se comunicar e criar um relacionamento, sabe? e novembro vai trazer ainda dessas coisas incríveis ♥

o dia do meu aniversário… foi um dia maravilhoso. um dia em que eu recebi tanto carinho que achei que ia explodir. veio de lugares inesperados. veio de um jeito amoroso. veio com uma frase em comum que me lembrou da minha importância no mundo, sabe?

e teve brunch de aniversário no P.J. Clarke’s com a Celle e a Dudinha, e foi um dos melhores cafés da manhã que eu já tomei na vida. teve almocinho com essas duas + Bee bem na quarta-feira mesmo e foi uma delícia (e rendeu umas polaroids fabulosas!).

teve almoços incríveis e encontros não planejados (cheios de alegria). teve jantar com uma pessoa que eu não via a muito tempo, mas amo muito. teve mensagens de carinho e muito abraços. teve looks iguais e um dia maravilhoso na Liberdade. teve um monte de conversas que me deixaram com os olhos cheios de lágrimas e o coração transbordando amor.

teve evento de tutoria. um dos dias mais emocionantes da minha vida até agora. teve um compromisso com duas pessoas que eu amo muito. teve flores e fotos em grupo e um look que era meu, mas era emprestado, e era perfeito pro que eu precisava. teve muita, muita, muita gratidão e uma sensação de que eu estou onde sempre precisei estar.

teve um reconhecimento. de que eu sou importante. de que eu tenho uma função. de que eu posso. e de que eu gosto.

…e mais uma coisinhas que valem compartilhar

um post que amei escrever: o meu presente é de todos

um post que amei ler: motivação – como fazer algo quando você não tá a fim? (mal caiu na minha mesa e já amei!)

um livro: Extraordinário, do R.J Palacio (que livro, amigos. que livro!)

uma pessoa: a Lominha, que é uma inspiração ambulante ♥

uma música: não estou sabendo lidar com essa maravilhosidade:

que novembro seja mais um lembrete do quanto a gente é incrível!

resumaki #9 – setembro

resumaki setembro

tem horas que eu olho pra minha vida e fico em choque com tamanha alegria (por mais bizarro que isso pareça).

um pouquinho sobre setembro…

sabe quando você acorda e fica pensando ‘meu Deus, eu nunca achei que a minha vida poderia ser assim?‘, mas de um jeito bom? acho que todos os dias de setembro foram desse jeitinho pra mim. com certeza, foi um dos meses mais incríveis da minha vida até agora – eu sei que falo isso sempre, mas é verdade – e eu fico muito emocionada só de lembrar de cada um dos momentos que eu passei nos últimos 30 dias.

o mês veio no embalo do SPFW, com muita coisa pra fazer e uma mudança muito grande pra mim – permissão. eu senti que me permiti aproveitar, passar mais tempo com as pessoas, sair do casulinho que eu criei pra mim mesma. isso é, e seguirá sendo, a coisa  mais legal de todas que me aconteceram. teve um dos feriados mais incríveis que eu já vivi na vida, uma sucessão de coisas maravilhosas e rolês inesperados regados à bolo de cenoura com brigadeiro, muitas risadas e looks gostosinhos.

teve brunch com a Mari e o Marcelinho e eu não consigo não ressaltar o tanto que eu adoro esses dois e os momentos que a gente compartilha juntos. aliás, a Mari vive lendo o blog e me mandou um dos emails mais incríveis do mundo uns meses atrás falando que a gente precisava virar migas porque ela tava viciada em doramas e não tinha com quem conversar sobre isso (oi, Mari! ♥). os dois seguem sendo pessoas queridíssimas que eu quero manter por perto pra sempre.

teve, inclusive, um monte de visitas à lugares incríveis, como o Um Coffe Co lá no bom retiro, um café coreano maravilhoso que ganhou meu coração e virou um dos preferidos da vida. eu fui também num lugar que só vende cookies, que chama Kamzu, bem aos 45 do segundo tempo, e que virou a minha nova casa – infelizmente estou mudando pra lá pra comer cookies deliciosos todos os dias.

teve encontros semanais com a Duds e a Celle e a Bee e foi maravilhoso ver essas três pessoas que eu amo tanto, tantas vezes seguidas. já falei mais de uma vez e repito: vocês são a lembrança constante da minha meta e da minha função no mundo, e eu amo vocês.

teve também aquele momento WTF? em que eu passei mais de duas horas conversando com a Lominha, diretamente do país Coreia. foi uma das conversas mais inspiradoras de todas e rendeu um projeto de blogagem coletiva de deixar o coração quentinho e que eu tô doidinha pra começar a fazer.

teve muitas fotos com sorrisos sinceros e eu preciso confessar que teve uma fase da minha vida em que eu achava que nunca mais conseguiria sorrir desse jeito. mas, olha só, que loucura, tô dando sorrisão em tudo quanto é foto – e nem precisa de muito, viu?

teve leituras de livros deliciosos, teve semana em que eu entrei e saí de casa a cada dez minutos pra dar conta de tanto trampo, teve milhares de abraços e beijos e noites dormidas pensando no quanto eu amo as pessoas e teve uma noite específica que me provou por a + b (mais c mais d) que o amor é pra todo mundo mesmo e que tanto faz o que a gente tá fazendo, desde que a gente ame sinceramente. daí, todo mundo sente também, sabe?

enfim, setembro foi um mês cheio de momentos que eu vou levar no meu coração como uma prova de que eu tenho costas quentes e que eu tô fazendo exatamente tudo o que deveria pra ajudar a lembrar as pessoas que tá tudo bem. ♥

… e mais umas coisinhas que valem compartilhar

um post que amei escrever: sobre amores (e dias cheios de permissões)

um post que amei ler: o que eu aprendi sendo famosa na internet por um dia e meio

um livro: Diário em Tópicos, da Rachel Miller

uma música: baby love me lights out 

uma pessoa: a Duds, que tem um monte de alegria pra compartilhar por aí (ela só não sabe disso ainda)

outubro, traz mais um monte de amor pra gente, ok?

resumaki #8 – agosto

resumaki agosto

eu não tô acreditando que estamos em 1º de setembro e cabô agosto, cabô BEDA, cabô Maki aloka das postagens.

um pouquinho sobre agosto…

daí que agosto foi um mês tão maravilhoso, mas que, contrário da crença popular, passou muito mais rápido do que eu imaginei. aconteceu tanta coisa que chegou num ponto em que eu só perguntava QUE QUE TÁ CONTE CENO e continuava andando meio desengonçada, rindo feito criança.

agosto foi o mês do BEDA, e eu tô me sentindo a própria definição de ‘veni, vidi, vici‘, isso mesmo, euzinha mello. vim, vi e venci, fiz todos os 27 posts que me propus a fazer esse mês (a ideia era só não postar aos domingos, mas a tal falta de organização bagunçou um pouco as minhas semanas) e o carinho que eu recebi das migas e de você me acompanha por aqui foi tão incrível que fez o meu coração cantar. foi um blog every day august memorável com certeza.

falando em blog, o que vocês acharam do layout novo? já nem lembrava que foi em agosto (meu deus, que mês comprido!) que tinha mudado o visual daqui e eu sigo completamente apaixonada. um obrigada muito especial pra linda da Adri e pra Dani que tiraram essa ideia da minha cabecinha e executaram ela maravilhosamente bem no mundinho dos 0s e 1s.

esse mês teve Dudinha de volta no Brasil e eu não acredito que a gente não tirou uma foto desse reencontro das estrelas (de novo!) e teve Celle muitas vezes seguidas e a Bee num dia também. amo tanto essas três que nem sei dizer. é sempre um afago no coração quando a gente se encontra (e muitas risadas e piadas internas no Twitter).

esse mês eu também conheci a Mel e nem acredito que isso aconteceu. eu fui no lançamento do livro que ela fez com outras três autoras incríveis (incluindo a Babi, que eu também chorei por ter conhecido!) em parceria com o Maurício de Souza e aquele dia foi loko demais™.

aliás, o dia que eu conheci a Mel foi um dos mais incríveis que eu já tive na vida. começou às 9h da manhã e terminou à 1h da madrugada do dia seguinte e foi repleto de ‘coincidências‘ maravilhosas, xícaras de chá e muitas panquecas. falei um pouquinho mais sobre aqui, lembra?

teve recebidos do mês (nem acredito que ganhei o livro Diário em Tópicos da Editora Sextante!), teve passeios pelo centro da cidade (e eu relembrei os meus dias de Galeria do Rock), teve muitas idas à Liberdade, muito lámen, muitos cafés da manhã deliciosos, teve SPFW e ~lúki do dia~, muitos sorrisos e abraços – e meu Deus, eu não tô chorando VOCÊ QUE TÁ.

esse mês foi tão louco que teve até uma viagem surpresa pra São Bento do Sapucaí, em plena quarta-feira, um dia que também ficou conhecido como ‘a vez que eu dormi só seis horas num espaço de três dias e vivi pra contar a história‘.

conheci tanta gente maravilhosa esse mês, conversei com tantas pessoas incríveis, lembrei de tanta coisa importante sobre mim, que tudo o que eu posso dizer é: brigada, brigada, brigada, mil vezes MUITO OBRIGADA. a vida é muito linda, gente, de verdade. e eu nunca estive tão feliz e tão confiante de que tá tudo bem com a gente e que a gente vai lembrar que o amor vai salvar o mundo.

foi um mês que eu finalmente percebi como eu tenho vontade de viver e como é importante eu estar nesse mundo. reparei que não penso mais no quanto morrer pode ser uma solução pras coisas que eu sento e que penso de mim e que tudo o que eu mais quero da vida é que as pessoas sintam isso também, que a gente se lembre de como é bom existir, sabe?

*abraça apertado você que tá aí do outro lado da tela*

… e mais uma coisinhas que valem compartilhar

um post que amei escrever: só um? vou deixar aqui todos da categoria BEDA, pois ela merece ♥

um post que amei ler: eu escrevo, da fofinha da Isa!

um livro: Girlboss, da Sophia Amoruso (tá R$19 na Amazon, gente!)

uma música: *DINOSAUR UUUH UH UH UH*

uma pessoa: a Celle, que foi tão presente na minha vida esse mês

o BEDA acabou, o blog volta com a programação normal (amém, gente, eu preciso dormir), mas eu só consigo pensar com alegria e um sorrisão na cara no quanto esse mês foi incrível.

setembro, pode vir. eu tô com o coração cheio de amor pra te dar!

resumaki #7

julho foi aquele tipo de mês que poderia durar o resto do ano, de tão lindo que foi.

um pouquinho sobre julho…

parece que eu vivi uma vida inteira em apenas 31 dias. com certeza, foi um dos meses mais marcantes de 2017 até agora e eu não poderia estar mais feliz com isso. cada momento, cada história compartilhada, cada segundo que eu escolhi ser quem eu sou ao invés de mentir sobre mim… tudo isso colaborou para dias intensos e tão lindos que eu fico emocionada só de lembrar.

teve milhares de cafés com uma das minhas pessoas preferidas do mundo, a Déa. toda vez que a gente se encontra, eu sinto que a gente fica mais próxima, que se ajuda mais, que se ama mais. e isso é tão lindo, sabe? e esse mês foi muito intenso pra nós duas (a gente sempre em sintonia, né?) e teve até choro (de alegria!) no meio do Starbucks.

um dia que vai ficar pra sempre gravado na minha memória foi logo no comecinho: eu e a roomie passamos o dia inteiro fazendo mercado aqui pra casa, indo de um canto pra outro, até que paramos para conversar e tomar um chá juntas. a gente tá sempre tão correndo que esquece que tem uma à outra pra usufruir sempre, pra se curtir, se gostar, se ajudar. a Lu e o Eri, que moram comigo, são a lembrança constante do quanto a minha vida é feliz.

é difícil escolher um momento preferido de um mês tão incrível. mas os momentos que eu passei no Anime Friends esse ano, além da visita da Clarinha estão no top 5, com certeza. a Clarinha é aquela pessoa fofíssima por quem eu tenho um carinho tão grande que meu coração canta de alegria toda vez que a gente consegue se encontrar ao vivo, sabe? e a gente foi na Liberdade, para variar um pouco, comer coisas gostosas e bater perna com um monte de meninas incríveis e maravilhosas.  ♥

falando em Liberdade, teve também o dia que eu conheci a fofinha da Mari, que além de leitora do blog (oi, Mari!), é também namorada de um amigo de colégio que eu não via há muito tempo. a gente foi lá no Portal da Coreia, se esbaldar em comida coreana. foi uma experiência incrível e não poderia ter sido compartilhada com alguém melhor! aliás, recomendo o passeio. o bibimpad e o tin mandu (tipo um gioza) de camarão são INCRÍVEIS! eu recomendaria também o bulgogi (o churrasco de carne, que você faz na mesa mesmo), mas aí é recomendar tudo o que eu comi lá e eu não sei se vale!

aliás, quem me acompanha no Instagram viu que o meu mês foi regado de comidinhas gostosas com pessoas incríveis, e você pode até perguntar ‘menina, e a dieta?‘, ao qual eu vou responder ‘vai muito bem, obrigada!’. sigo fazendo com carinho, pensando bem em quando escapar um pouquinho para aproveitar a companhia e os convites das pessoas que eu amo sem sentir culpa.

foi um mês tão cheio de carinho, sabe? eu espero que vocês tenham sentido um pouquinho de tudo o que eu passei esses dias através dos posts e das redes. é sempre muito alegre dividir tudo isso com vocês!

… e mais uma coisinhas que valem compartilhar

um post que amei escrever:  o que um mês de alimentação saudável me ensinou sobre carinho 

um post que amei ler: 10 things I’ve learnt from working for myself (em inglês – me identifiquei com cada um dos pontos do post da Anna!)

uma música: alguém me salva do crush eterno que eu criei pelo Jay Park, por favor

um livro: Três Coroas Negras, Kendare Blake

uma pessoa: a Sté, que todos os dias me emociona com a sua doçura e me inspira a me abrir para os outros

ah, e uma surpresa: quem me acompanha no Twitter já sabe, mas vai ter BEDA sim! um mês de posts incríveis e cheios de amor por aqui. aguardem e me desejem sorte!

agosto, vem sem medo, eu tô pronta pra você!