3 ideias legais para o bullet journal

2016 tá quase chegando (só mais uma semaninha, gente!) e eu, nessa onda do bullet journal, pensei em algumas páginas legais para ter no caderninho, caso você esteja considerando montar um para o ano que vem.

Eu peguei a maior parte das inspirações para o meu BuJo no Pinterest (até tenho um board por lá só sobre isso, clica aqui pra acompanhar) e tentei pensar no que seria mais interessante para mim, para o meu dia a dia e para a minha meta.

3 ideias legais para o bullet journal

1.Habit Tracker

Tinham algumas coisas que eu queria colocar na minha rotina, agora que eu trabalho de casa, e outras que eu queria prestar mais atenção, até porque o home office tira um pouco a sua noção de tempo e espaço. Então, vi essa ideia de um habit tracker e na hora pensei em adotar. Tem sido legal para prestar atenção em quando eu tenho mais inspiração para escrever pro blog (no começo da semana), quantas vezes por dias eu posto no Instagram, se eu tomei os meus dois litros de água… Coisas assim. É uma forma de eu controlar, sim, o meu dia a dia, mas prefiro usar isso sem culpa: eu vejo o que estou fazendo e quando faço mais e vou adaptando conforme os dias passam.

2.Lista de metas

Sim, eu sei. A gente já faz uma meta pra cada coisinha que desenvolve ao longo do dia (até pedindo aquele cafezinho!), mas se tem alguma coisa que você gostaria muito de fazer, talvez colocar isso no papel te ajude a riscar essa coisa/tarefa da sua ‘to-do list’. O legal aqui é você pensar numa meta macro (tipo, ‘conhecer o Japão’), mas separar as suas metas em micro (como começar com ‘pesquisar a melhor época do ano para conhecer o Japão’), entende? Isso diminui as suas chances de frustração.

3.Monthly Log

Cada um cria o BuJo como quiser, mas uma boa ideia é ter pelo menos uma página em que você tem uma visão do mês. Eu, confesso, nunca olhei muito até entender que no bullet journal não vale a pena você montar as páginas pra todos os dias do mês (pelo menos, pra mim não vale). E se no dia 24 eu tenho um jantar super importante, mas ainda é dia 3? O Monthly Log serve para isso. Se você usar da forma tradicional, como ensina o site do BuJo ou de uma forma mais Pinterest-like, fica a seu critério, mas eu acho bem essencial ter pelo menos uma visão mensal no seu caderninho.

Essas eu acho que são 3 ideias legais para o bullet journal, eu mesma tenho os três e tenho usado muito! (principalmente o tracker e o monthly log). Mas, claro, cada um é livre para fazer da forma que quiser, e essa é a beleza do BuJo. Você monta do jeitinho que você quiser, sem seguir regras!

O que você acha dessas ideias?

O meu bullet journal de novembro/2015

Já posso declarar o meu amor eterno e verdadeiro pelo bullet journal? Pois bem, desde que eu adotei esse método de organização, estou não só apaixonada, como também virei aloka da organização, da washi tape e das canetinhas coloridas. Estou oficialmente descontrolada.

Brincadeiras à parte, eu estou curtindo muito usar um BuJo pra me organizar, tem, realmente, me ajudado demais, e o bacana é que eu estou usando ele pra muito mais do que apenas anotar os meus afazeres do dia a dia. Pense numa agenda totalmente personalizada e que eu posso usar pro que eu quiser.

o meu bullet journal novembro/2015

Então, depois de fazer um baita post sobre o bullet journal em si (clica aqui pra ler porque deu mó trabalho e ficou lindão), eu queria mostrar o meu BuJo pra vocês.

Muito bem, eu mostrei no Instagram que antes de começar o bullet journal mesmo, eu pensei o que eu queria que tivesse no meu, fiz um esqueleto e aí sim coloquei a mão na massa. Como é de praxe pra esse método, a primeira página é o Index, ou seja, o índice, com a identificação de cada página e o seu conteúdo, seguido por uma página de Dados Importantes. Sou MUITO esquecida e é sempre bom ter essas coisas à mão (e eu borrei os dados por motivos óbvios).

bujo1

Em seguida vem o Key, com os símbolos que uso no meu BuJo e o Future Log com os meses de novembro e dezembro. Agora que novembro acabou vou fazer um novo com os próximos seis meses, até junho.

bujo-2

Uma página que ficou oculta é a de Senhas. Já falei que sou esquecida, então também coloquei minhas senhas online no caderninho pra não ter perigo de esquecer alguma e ficar ‘trancada’ pra fora de uma das minhas redes.

Vi a ideia desse Calendário Mensal no Pinterest e fiquei encantada. Eu gostei muito desse sistema e funcionou demais pra mim. Eu consigo ver o mês inteiro e ainda escrever o que tem de importante pros dias. Como eu escrevo no BuJo diariamente, basta eu olhar o calendário pra saber se tem alguma coisa pra aquele dia. Ficou prático e fácil pra mim, além de muito visual.

bujo-3

Fiz também uma página de Metas para o mês, o que foi ótimo, porque como eu sempre vou e volto nas páginas é impossível eu não olhar pra elas e pensar sobre. Separei entre ‘Pessoal’ e ‘Blog’ e pro Desancorando eu também fiz uma folha chamada ‘Esse mês no Blog’, com posts que queria fazer e coisinhas para arrumar. Qualquer meta que não tenha sido realizada, passa para o mês seguinte.

Uma coisa que eu vou acrescentar em dezembro é uma página de Métricas do Blog, pra acompanhar o crescimento das páginas. Mas algo bem básico, sem neura, só pra ver como eu comecei e terminei o mês.

bujo-4

Em seguida, vem a página de Gastos. Como agora trabalho como freelancer, preciso ficar um pouco mais de olho na minha conta só pra ter certeza que tá tudo ordem, que as contas foram pagadas em dia… Eu acabo me perdendo na semana, já que estou sempre em casa. Deixei duas páginas porque não sabia o quanto ia usar e em novembro eu já comecei o BuJo na metade do mês. (essa página em branco vai ser reaproveitada depois).

bujo-5

Outra coisa super bacana que eu vi no Pinterest é o Habit Tracker. Basicamente você faz uma tabela com os dias do mês e atividades que quer manter ou adotar. É um sistema também chamado de ‘don’t break the chain’. O objetivo é você marcar como ‘feito’ todos os dias e ver a fileirinha colorida como um incentivo pra continuar completando. As cores não têm significado, eu só achei que assim ficava mais bonito.

bujo-6

Bom, depois do meu habit tracker começa o Planner diário. Mostrei dois tipos de ‘formatação diferente’. Não tem muita regra mesmo. Algumas vezes eu coloco dois dias por página, outras vezes mais, outras vezes eu uso uma página no meio para anotar alguma coisa legal que eu vi/li, às vezes eu coloco anotações no dia mesmo… Vai do meu humor/tempo.

bujo-7

bujo-8

Quando eu tirei as fotos pra esse post eu ainda não tinha feito isso, mas eu já montei o final do mês, com uma página só para o Balanço Geral: vou escrever o que eu fiz de bacana, coisas legais de lembrar, metas que eu alcancei, mais o meu total de gastos. É bem pra ser uma página de incentivo sabe?

Ah, e uma coisa interessante: lembram que eu comentei que a gente tem que seguir o fluxo natural das coisas? Pois bem, eu preciso dizer que a Maki de seis meses atrás JAMAIS teria uma agenda assim. O fato de as páginas não ficarem ‘perfeitas’ as linhas não serem certinhas, nada completar uma página totalmente me deixaria louca e eu largaria dois dias depois. Amei abrir mão esse meu controle doido e tentar uma coisa diferente.

Você já pensou em ter um BuJo? O que achou da ideia?

O que é um bullet journal e como adotar esse método

Semana passada eu mostrei no Instagram uma foto explicando que tinha decidido começar um bullet jornal para me organizar. Há algum tempo eu estava beeeem incomodada com a minha falta de organização, principalmente porque trabalho em casa e estava dando muita trela para a procrastinação.

bullet-journal

No Twitter eu perguntei sobre dicas para mudar esses hábitos chatinhos e uma leitora/amiga querida falou sobre o tal do bullet jornal. Fiquei curiosa e fui na hora pesquisar sobre.

O que é um bullet journal?
Um bullet jornal nada mais é do que um caderno que você usa fazer uma coisa chamada rapid logging, ou seja, anotar rapidamente as suas tarefas do dia. O objetivo é tornar as suas listas de afazeres em uma coisa prática e fácil. Quanto mais esforço você coloca, mais parece ser uma obrigação e você logo desanima.

Com um bullet jornal você tem uma forma rápida e organizada de anotar tudo o que você precisa fazer e tem ainda um sistema que te ajuda a manter a sua agenda em ordem.

Como funciona?
Toda página do seu caderninho tem um título (por exemplo, 17 de Novembro) em cima e um número indicando que página é aquela (página 1, 2, 3, 20, 40, etc) no canto inferior. Isso serve para que você identifique de forma rápida o que você precisa olhar naquele momento (se é um dia específico ou uma página X que tem um conteúdo Y).

Além disso, você tem os bullets, que são os símbolos usados para identificar cada uma das anotações que você vai fazer no caderno. Eu criei um sistema que melhor se adaptava às minhas necessidades, mas, o criador do sistema, Ryder Carroll, tem um sistema universal que você pode usar:

  • Uma bolinha (‘•’): é uma tarefa. Serve para qualquer coisa que você tenha que fazer, como ‘buscar roupas na lavanderia’, ‘terminar a matéria sobre beleza’, ‘ir ao mercado’
  • Um ‘X’: significa que aquela tarefa foi terminada.
  • Um sinal de maior que (‘>’): significa que a tarefa migrou para outra data
  • Um sinal de menor que (‘<’): significa que aquela tarefa ganhou um dia e horário novos
  • Um círculo (‘○’): indica um evento. Algo como ‘festa da Joana’, ‘jantar com o André’, etc.
  • Um tracinho (‘-‘):sinaliza uma nota. São ideias, pensamentos observações… O que você quiser anotar, mas que não seja um evento ou uma tarefa.

Esses são os símbolos básicos de identificação de um bullet jornal. Se uma tarefa ou evento for uma prioridade, você pode usar um asterisco (‘*’) junto, se for uma inspiração você pode usar um ponto de exclamação (‘!’) e se for algo que você precisa pesquisar sobre ou saber mais a respeito, pode usar um ponto de interrogação (‘?’) e assim vai. Isso fica a seu critério. Esses símbolos secundários te ajudam a definir a ordem de importância de alguma coisa.

Sendo assim, um dia no seu bullet jornal pode ficar com essa cara:

17 de novembro
* • Terminar a matéria sobre beleza
X Buscar a roupa na lavanderia
° Jantar na casa do André
< Planejar férias
> Jantar com a família (no mês que vem)

Para tornar tudo ainda mais organizado, um bullet jornal é divido em módulos:

  • Index: lembra que eu falei que cada página tem que ter um número? Isso serve para você montar um índice do seu caderno. Aí quando você quiser procurar um mês, por exemplo, pode olhar no índice em que página esse mês está. Nem preciso explicar que ele fica logo nas primeiras páginas do caderno, ?
  • Future Log: nessa parte, você separa algumas linhas para escrever datas importantes, feriados, eventos que já estão marcados com muita antecedência de cada mês do ano. Por exemplo, nós estamos em novembro, mas você sabe, com certeza, que o natal rola em dezembro. Você pode anotar ‘Dia 25 – Natal’, no seu future log pra esse mês.
  • Monthly Log: assim como o future log, ele é uma página que você usa para anotar todas as datas de um mês e eventos ou coisas importantes que vão acontecer nele. O sistema de anotação é assim: em uma coluna, você coloca todos os dias do mês, e na outra (normalmente atrás das que estão os dias), você coloca a inicial do dia da semana (S – segunda, T – terça, etc). Exemplo:

T 17 – Aniversário do André
Q 18
Q 19 – Pagar fatura do cartão
S 20 – Buscar a mamãe no aeroporto

  • Daily Log: é onde você anota as tarefas que você tem para fazer naquele dia específico, como eu mostrei ali em cima. Uma dica importante é não planejá-los muito antes (tipo, planejar o dia 1º de dezembro, se você ainda está no começo de novembro). Você não sabe o que vai aparecer ao longo do dia para fazer, o ideal é pensar cada dia na noite anterior.

Para finalizar, lembra que eu coloquei ali em cima os sinais de ‘<’ e ‘>’? Então, eles são usados para um sistema chamado de ‘Migração’. Isso quer dizer que, quando você usou um deles para qualquer tarefa, você tem que, imediatamente fazer uma dessas coisas:

  1. Colocar a tarefa no ‘Future Log’ de acordo
  2. Colocar a tarefa no Monthly Log do mês, se ela ainda for válida para o mês de vigência.

Eu imagino agora você olhando para a tela do computador e pensando ‘WHAT THE DAMN HELL?’. Mas, acredite, é muito mais fácil do que parece.

TOO LONG DIDN’T READ: não se preocupa, tem um vídeo bem explicativo sobre isso:

Você pode usar qualquer caderno que você quiser para o seu bullet journal. Não precisa ser um específico. E pode decorar do jeito que quiser. Eu coloquei muito amor no meu porque que ele fosse a agenda perfeita para mim. Pretendo mostrar o meu aqui com mais detalhes depois.

Quer um lugar de inspiração? O Pinterest! Eu criei uma pastinha por lá com algumas ideias de bullet journal, lembrando que você pode colocar nele o que você quiser. Se você precisa de um espaço para o seu blog, joga lá, se você quer criar uma área de metas, joga lá também. Vai da sua cabeça!

Follow Maki’s board BULLET JOURNAL on Pinterest.

Alguém por aí se interessou em criar um bullet journal?