o que ainda amo em blogs

o que eu mais vejo por aí são discussões sobre o futuro dos blogs. ‘mas será que em tempos de Youtube os blogs ainda tem espaço?‘, ‘vale a pena ter um blog em pleno 2017?‘, ‘quem é que tem paciência pra ler um blog hoje em dia?‘. as perguntas são infinitas.

eu comecei a blogar quando isso aqui tudo ainda era mato e confesso que sou muito suspeita para falar sobre o assunto. mas eu vi recentemente um vídeo da Bruna Vieira (sou fã ♥) que falava sobre o quanto o Depois dos Quinze era importante para ela e que ela não ia desistir de blogar só porque outras mídias pareciam estar crescendo cada vez mais. fiquei levemente emocionada, porque além de achar a Bruna incrível, eu sou muito defensora dos blogs e acho que esse espaço ainda tem muito a oferecer pras pessoas.

não é que eu odeie vídeos no Youtube, stories no Instagram ou qualquer outra coisa dessas – pelo contrário, eu consumo tudo isso também, mesmo que em menor escala. mas eu tenho um carinho muito grande pela palavra escrita e acho que ela pode ter tanto impacto quanto um vídeo ou uma foto – os livros são a maior prova disso, né? mas, pra quem quer mesmo saber porque eu amo tanto os blogs, vou compartilhar um pouco do que ainda me conquista nessas páginas.

1.conhecer pessoas diferentes

não tem nada que eu ache mais legal na internet do que a capacidade de nos apresentar pessoas tão diferentes da gente. foi através dos blogs que eu fiz algumas das minhas amigas mais próximas (tipo a Ká, do Hey Cute, que me aguenta há mais de oito anos). ainda hoje eu conheço muita gente maravilhosa por causa de blogs e adoro o jeito como a gente começa a conversar sobre um assunto pequenininho – um comentário num post ali, numa foto aqui – e de repente a gente tá compartilhando a vida inteira no Messenger e combinando de se encontrar pra tomar um café quando der. o que poderia ser melhor do que isso, né?

2.blogroll

ai, gente. sou tão fã de blogroll. sério, acho que é a coisa mais legal dos blogs da primeira geração, que hoje deu uma desaparecida, mas que eu faço questão de ter ainda. conheci milhares de blogs e de pessoas incríveis por causa dos blogrolls da vida e acho que, além de ser uma forma de você mostrar as páginas que ama acompanhar, é também um jeito de reconhecer o trabalho daquelas pessoas. poxa, imagina que legal você trabalhar duro no seu blog e perceber que pessoas que você admira te colocaram no blogroll dela?

3.descobrir coisas em comum

identificação é uma das palavras mais fortes quando se fala em blogs. pra mim, tudo é sempre a coisa mais incrível, mas acho que a mais incrível de verdade verdadeira é você gerar identificação com quem te lê. você fala de um tema que ama e vem alguém e diz que ama aquilo também. ou você conta como se sente depois de um dia ruim e percebe que não tá sozinha porque muita gente se sente assim também – olha só os comentários! a gente encontra coisas em comum com outras pessoas e isso vira um vínculo. e a gente pode usar esse vínculo pra lembrar que não tá só, que tem gente por aí que gosta das mesmas coisas e que sente tudo o que a gente sente também e que tem alguém, em algum lugar do planeta, que também tá lendo aquele livro russo sobre uma mocinha holandesa que precisa aprender a lidar com as dificuldades de um país tão fechado e tá achando a coisa mais maravilhosa do planeta – e, hey, vamos conversar sobre isso e talvez trocar algumas indicações de livros também.

4.textão (e outros formatos também)

mas não como os do Facebook, tá? hehe. como a auto-intitulada rainha dos textos, eu não consigo não amar um blog que faz um bom textão. que escreve bem, que arrasa nos argumentos e que, principalmente, faz tudo isso com carinho. mas, no geral, acho que os blogs são mais livres pra gente tentar formatos diferentes do que um vídeo, por exemplo. tem coisas que eu acho que só vão sair legais se for em texto. num sei, parece que no Youtube e no próprio Stories a gente fica presa a um formato e tem que se adaptar conforme os algoritmos mudam. um blog não depende tanto disso, né?

5.encontrar carinho

quando eu começo a achar que a maldade do mundo é real, depois de ver tantas críticas no Twitter ou histórias ruins nos portais de notícias, eu lembro que tem um montão de blogs por aí que fazem um trabalho incrível em disseminar o carinho. eles fazem cada foto com muito cuidado, pensam muito bem antes de escrever cada texto, cuidam pra deixar o seu espaço sempre muito bonito e arrumadinho. como não ter fé na humanidade depois disso?

6.dedicação

ter um blog parece fácil, né? você entra na internet, abre um wordpress e começa a escrever. pronto. só que não. tem que fazer a foto (ou escolher uma num banco de imagens) que traduza exatamente o que você quer dizer. ter certeza que não escreveu besteira e que o texto não tem errinhos (de vez em quando, eles ainda escapam). depois de publicar, tem que divulgar – Twitter, Facebook, Instagram… daí tem que alimentar as redes sociais com uma certa frequência também, pra não esquecerem do seu blog. tem que responder todos os comentários e menções. isso tudo fora o trabalho de todos os dias, ou as horas de estudo pra escola ou faculdade. é trabalho duro e demanda dedicação, e isso é o tipo de coisa que eu admiro MUITO nos blogs.

no fim das contas, tanto faz a plataforma que você usa pra se comunicar com as pessoas, a verdade é que dá pra usar qualquer vídeo no Youtube ou Stories do Insta pra indicar pessoas, fazer um ‘textão‘ ou encontrar carinho. é só tentar achar aquele formato que deixa o seu coração quentinho e que te anima, sabe? no meu caso, segue sendo os blogs. ♥

me conta o que você ainda ama em blogs?

banner beda desancorando

 

18 comentários

  1. Fernanda comentou:

    Oi, Maki, tudo bom? Descobri seu blog só agora, acredita? Estava encantadinha com a possibilidade de fazer um bullet journal e cá me encontro. Daí, que comecei a ler várias coisas por aqui e estou amando tudo! E este post vem responder a uma indagação minha: por que eu não consigo levar um blog a frente já que tenho essa vontade? Você matou a charada: fazer com carinho e para os outros. Vou voltar a pensar numa maneira de ter meu cantinho. Obrigada por espalhar amor, estamos todos precisando nesse momento. Bjs

    1. Maki respondeu Fernanda

      brigada você por esse comentário fofíssimo, Fernanda! ♥

  2. me da uma agooonia quando entro em discussões sobre blogs estarem morrendo e eu fico paaaaaaarem que isso não é verdade. Sempre vão ter pessoas como nós que amam blogs, que até consomem outras midias mas blogs são aquilo que aquecem meu coração na internet ♥ amo mto

    1. Maki respondeu Stephanie

      siiim! concordo muito, Ste! sempre vai ter espaço pros blogs ♥

  3. Sabe… penso também que os blogs não morrerão, não. Acompanho há muito tempo e hoje já consigo até manter o meu com uma certa frequência e com uma escrita que me agradam, mas levei muito tempo para entender qual escrita é essa e qual o tipo de dedicação que devo ter com meu blog para conseguir manter a consistência.
    Acompanho blogs há muito tempo e vi muitos perderem a identidade pessoal na monetização. Custei muito a encontrar novamente os blogs que eu sempre tanto gostei, com a cara de quem escreve, com uma alma além do SEO.
    É maravilhoso quando uma pessoa consegue fazer do seu blog uma fonte de renda, mas, ao menos aos meus olhos de leitora, a perda da identidade causa uma frustração terrível. Já deixei de gostar de muitos blogs por ter essa impressão de que a identidade deles mudou drasticamente com a monetização.
    Já os blogs que permanecem pessoais… ahhhhh, esses me fazem brilhar os olhos e me aquecem o coração e, ainda que eu tenha conhecido o seu há pouquíssimo tempo (ontem, agradeça Isadora), ler seus escritos me faz sentir estar próxima de você, me aquece a alma. Seu blog tem gosto de chocolate quente com canela.

    E tem blogroll. Nada mais a dizer.

    1. Maki respondeu Carolina

      GENTE! que comentário lindo, Carol! fiquei arrepiada aqui ♥
      brigada mesmo. sinal que eu tô conseguindo manter essa vibe, que é tão importante pra mim, sabe?
      nunca experimentei chocolate quente com canela. já quero ♥

  4. Raquel comentou:

    Que delícia de pessoa você é. Não consigo parar de ler seus posts. Já estou até te seguindo no instagram. Isto em apenas 1 dia. Obrigada pelo seu trabalho e seu carinho. Eu curto blogs. Tenho um (apesar de não divulgar e ter bastante vergonha quando alguém diz que leu) e não acho que esta plataforma vai morrer. Em tempos de youtube, o que permaneceu foi o conteúdo. Confesso que tinha preguiça de acessar alguns blogs…e não encontrar nada. Novamente, obrigada por você escrever. Já te curto imensamente :)

    1. Maki respondeu Raquel

      Raquel, como você é fofa ♥
      brigada mesmo pelo seu comentário!

  5. Que bom que você pensa dessa forma Maki! Também acredito nisso. Acho que tem espaço pra todos.

    Eu adoro blogs pessoais (tipo o seu) onde a pessoa fala sobre suas experiências e tira suas próprias fotos. Acredito que um blog pessoal é a melhor forma de conhecer a fundo alguém porque a pessoa fala muito sobre o que está passando na mente dela. Às vezes os leitores conhecem os blogueiros melhor do que seus amigos e familiares.

    1. Maki respondeu Claudia Hi

      nossa, mas com certeza! eu acho que é um jeito muito sincero da gente se conectar, sabe? nada supera um textão no blog, bem detalhadinho e cheio de você, entende? da primeira palavra até a foto ♥

  6. KARINE comentou:

    blogroll, eu amo o blogroll <3 e bate aquele amorzinho quando a gente vê que alguém que a gente admira, colocou nosso bloguinho lá no blogroll dela, HAHA como lidar, né? eu acho que com todas essas histórias de mudanças de algoritmos no yt/ig a galera tá sacando que depender de uma plataforma assim pra produzir conteúdo pode ser bem complicado, já que de uma hora pra outra ele pode simplesmente não ser entregue pra todo mundo que te acompanha, né? eaí os blogs brilham nessa história. quem te acompanha tá sempre ali, vendo as coisas novas que você tá postando, seguindo você pelo feed (ou com seu blog guardadinho nos favoritos) e isso é a melhor coisa.

    1. Maki respondeu KARINE

      nossa, SIM! esses algorítimos são tão loucos, essa coisa de feed é tão maluca… mas o blog é muito estável, nesse sentido. as pessoas sempre vão achar um jeito de entrar na página, de um jeito ou outro, pra saber se você atualizou e tals. e é por isso que eu acho essa plataforma ainda mais incrível ♥

  7. AAah que post mais lindo!
    Eu concordo com cada palavrinha do que foi dito aqui… tô nesse mundo de blogs há 7 anos quase com meu blog, um pouco mais com uns outros que comecei e não renderam muita coisa… Olha, realmente é o jeitinho que eu mais gosto de conhecer pessoas, conversar, procurar informações e afinidades.
    Beijos!

    1. Maki respondeu Laura Nolasco

      fora que é tão gostoso, né? parece que você tá distribuindo um pedacinho seu com o mundo ♥

  8. Concordo com tudo, mas preciso destacar o fator do blogroll. Conheci muitos, mas muitos blogs legais (inclusive o seu) olhando os blogrolls alheios. Algo que também gosto de fazer é acessar os links dos comentários de outros blogs, sempre encontro conteúdos muito legais. É praticamente um looping!

    1. Maki respondeu Sâmia Laços

      nooooosa, sim! eu também faço muito isso sempre visito os blogs de quem comenta aqui. dá pra perder um dia todo fazendo isso hauhauhauhahu

  9. Como uma leitora que adora apreciar a leitura eu nunca vou entender porque tem gente que acha que blogs vão morrer! Isso não é verdade. Ainda tem muitas pessoas que leem blog e que se utilizam dessa mídia para conseguir aprender algo. E concordo com você quando você diz que tem coisas que só em um texto ficaria legal. Ter um blog está longe de ser uma coisa fácil, tem vezes que você desanima e não quer voltar a para esse universo, mas de repente a vontade de escrever e de comunicar ela vai crescendo e crescendo até você sentir a necessidade de colocar tudo para fora. É uma coisa mágica. Eu amo esse universo e nem em um milhão de anos abriria mão de ter um blog. ♥
    fora que conhecr pessoas que você admira é tudibão

    1. Maki respondeu Clara Rocha

      num é? esse discursinho cansou já. vamos enaltecer o que tem de bom ao invés de ficar especulando se os blogs tão vivos ou não (tão sim ♥)

deixe seu comentário