6 dicas para aproveitar o resto do ano (sem se sentir um fracasso)

parece que a gente pisca e chega junho. daí pisca de novo e é outubro. daí pisca mais uma vez e tá se arrumando pra passar o Natal na casa da vó. tanto quanto é relativo, o tempo é muito doido e parece passar cada vez mais rápido (a velocidade aumenta exponencialmente com a idade – true story, bro).

e como faz pra aproveitar o resto do ano se você não fez nada do que se propôs em 1º de janeiro, quando jurou de pé junto que ia cumprir as suas metas? é, eu sei que parece difícil (na verdade, parece impossível) e até meio desmotivador. mas eu sou da teoria de que nunca é tarde demais pra gente fazer qualquer coisa e, já que o tempo é maluco mesmo, a gente pode contornar as regras e ter um ano novo pessoal em pleno junho.

mais ou menos como se recuperar de uma semana ruim, você precisa de um plano de ação. e eu sei que fazer listas e pensar em tarefas e metas outra vez pode ser a coisa mais chata do mundo inteiro (ou o tipo de coisa que nunca vai ajudar), por isso o primeiro item da minha lista é:

1.queira de verdade

olha, eu vou falar a real. eu já fiz muitas listas de resoluções de ano novo que ficaram mofando na minha carteira por um motivo: eu não queria fazer de verdade nada do que tinha me proposto ali. e eu sei disso porque nunca tirava nenhum desses planos do papel. por isso, se você sente que o seu ano tá meio parado e que você não fez o que escreveu na sua agenda no começo do ano, pergunte, de verdade verdadeira, se você quer fazer alguma dessas coisas. se a resposta for ‘não’, não precisa se desesperar. agora é só pensar em coisas que você quer fazer mesmo, que te empolgam, te animam e aí pensar num plano pra colocá-las em prática.

2.agora sim, planeje

eu sou péssima com prazos e datas. mas só quando o assunto são projetos pessoais, porque com trabalho eu sou mega certinha. isso é uma benção e uma maldição. benção porque nunca na vida atrasei a entrega de um trampo, maldição porque todos os meus projetos pessoais (e isso inclui o blog) ficavam em segundo plano. quando eu percebi que queria de verdade verdadeira que o blog fosse incrível, esse planejamento virou quase algo natural: eu passei a encaixar nos meus horários pequenas tarefas – como agendar as redes sociais ou fazer fotos pra posts – que me ajudassem com isso. ficou fácil, sabe?

3.aproveite os pequenos momentos

eu tenho pavor de zumbis, mas, curiosamente, Zumbilândia é um dos meus filmes favoritos. nele tem uma regrinha que diz ‘enjoy the little things‘ (ou ‘aproveite as pequenas coisas’, em português) e eu acho que esse é um dos maiores aprendizados que a gente pode ter. ao invés de reclamar que você só fica no celular quando sai com as suas amigas, preste atenção nelas e largue a telinha! é mais fácil do que a gente imagina, sabe? preste atenção nas coisas que estão acontecendo, aproveite os momentos que você sai de casa (e os que fica enrolada nas cobertas também). você não precisa pular de paraquedas ou abrir o seu próprio negócio para aproveitar o resto do ano. basta reconhecer as coisas incríveis que você já vive e todas as oportunidades de aprendizado que cada dia te oferece, entende? mas, aí, a gente volta pro item 1 dessa lista: tem que querer.

4.comece um projeto novo agora!

você não precisa de 1º de janeiro para mudar alguma coisa que não gosta na sua vida ou começar um novo projeto. tem um professor que me fala de novo e de novo que cada segundo é uma nova oportunidade da gente fazer diferente do que fez até agora. e é verdade! você é capaz de começar aquele blog que tanto quer, a dieta que vai te fazer bem (mas fala com um profissional antes, tá?), o livro que você sempre sonhou em escrever (cof, euzinha, cof) ou aquele curso incrível que você vive adiando.

5.organize as suas finanças já!

você escreveu lá na sua agenda (ou no seu bullet journal lindão) que ia guardar dinheiro esse ano, só pra ver cada um dos seus suados dinheirinhos saírem pela janela. fazer uma poupança é questão de disciplina, mas é o tipo de coisa que você também pode começar a hora que quiser! olhe direitinho onde você gasta mais, em que lugar pode segurar a grana e comece pequeno. 50 reais por mês já vale, viu? não precisa guardar uma fortuna pra construir uma poupança legal. isso leva tempo mesmo. se você quiser uma abordagem mais ‘agressiva’, pode sempre fazer uma meta progressiva. por exemplo: começar guardando 50 reais, depois 100, depois 150 e assim por diante. ah, uma dica de ouro: joga o dinheiro na poupança assim que ele entrar na sua conta, viu? não deixa ele ali, te tentando a gastar em blusinha e chocolates (meu caso, óbvio).

 

acho que todo mundo tem na cabeça essa ideia de que pro ano ser incrível ele tem que ser ÉPICO e você tem que fazer coisas maravilhosas que ninguém mais fez e tudo mais. beleza, pode ser assim, claro, mas pode também ser você aprendendo a olhar com mais atenção pras coisas que acontecem ao seu redor, lembrando que você tá viva e que não tá sozinha, e aprendendo aos pouquinhos a aproveitar o que você tem.

o que você gostaria de fazer esse ano ainda? me conta nos comentários!

 

11 comentários

  1. Que post mais lindo Maki <3 E veio quando eu tava realmente precisando, por essa semana tudo deu errado na minha vida e todas as metas e sonhos que escrevi lá em Janeiro foram pro ralo… Mas descobri com esse post, que não precisa ser janeiro pra tentar algo novo!
    E isso de querer as coisas de verdade é muito real, tanto que nem escrevo mais que vou me matricular na academia porque não vai acontecer rsrs

    Beijão

    1. Maki respondeu Stephanie Ferreira

      exato! não tem que ser janeiro pra você fazer o que quer mesmo, sabe?
      é só ter certeza que essa vontade é REAL e não um desejo que você tá alimentando só pra sentir frustrada ou alcançar algum padrão… tem que vir do coração mesmo!

  2. Clayci comentou:

    Ahhhh Maki! Acordei hoje tão pra baixo pensando nas coisas que me propus a fazer e não fiz. Me culpando, me cobrando e me desesperando. Eu amei sua publicação! São dicas valiosas para todos os momentos. Me especializei em planejamento estratégico e sempre gosto de dizer que tudo flui quando planejamos, mas é aquela coisa né? Cara de ferreiro, espeto de pau rs
    Obrigada pelo artigo!
    Beijos

    1. Maki respondeu Clayci

      ahahahaha entendo bem isso! mas, ó, agora você tem mais um motivador pra tirar as coisas do papel, sabe? olha com carinho, vê o que você quer fazer mesmo e mãos à obra! vale a pena ♥

  3. Meu aniversário é dia 25 de junho, e é sempre um momento que eu paro e penso no que já fiz, no que ainda quero fazer, repenso as metas do ano, sabe? Dividir as coisas pra 1 ano não funciona pra mim, aí usei meu aniversário como outro ponto de partida pra recomeçar tudo.
    Adorei esse post, deu uma motivadazinha <3
    Beijos!

    1. Maki respondeu Laura Nolasco

      nossa, essa é uma ideia ótima! pensar em blocos de 6 meses é bem mais fácil do que um ano, né? faz muito bem! ♥

  4. Silmara comentou:

    Gostei muito do que li!!! Estou me sentindo mais animada em relação as metas de Janeiro, consegui colocar algumas coisas em prática, mas há outras que preciso e estou adiando há anos. Realmente o tempo está passando muito rápido. Temos mesmo que aproveitar as pequenas coisas, dar prioridade ao que nos faz bem. Obrigada por compartilhar!!!

    1. Maki respondeu Silmara

      isso, Silmara! fique animada mesmo, porque tem como você tirar essas coisas do papel! é tudo muito fácil, a gente que complica, sabe?

  5. Inês comentou:

    Zumbilândia também é dos meus filmes preferidos, é daqueles que acabam por ser muito mais do que aquilo que imaginamos :)

    1. Maki respondeu Inês

      não é? eu também acho. amo muito esse filme!

deixe seu comentário