dá pra colocar mais carinho no que a gente faz?

mais carinho

eu tenho pensado muito em carinho. no dia a dia, eu tenho percebido que, muitas vezes, faço as coisas com raiva: um copo que eu pego com mais força do que deveria, uma porta que eu ao bato invés de fechar, um dedinho do pé que insiste em bater na quina da cama. poderia ser proposital, mas eu só percebo como estou raivosa na hora que o prato escorrega da mão e quase quebra na pia.

então, sim. eu tenho pensado em como colocar mais carinho nas coisas que eu faço, porque a gente passa o dia inteiro em guerra consigo mesmo, criando scripts imaginários que ninguém segue e sem saber exatamente pra onde tá indo.

dia desses me falaram (mais uma vez) que é impossível a gente servir a dois senhores: ou ama ou guerreira. não dá pra fazer as duas coisas ao mesmo tempo, nem conciliar uma com a outra. na prática, sabe o que isso significa? que se você escrever um texto com raiva, as pessoas vão sentir uma coisa esquisita também. ao contrário, se você escreve o mesmo texto com carinho, elas vão terminar a leitura se sentindo bem. sabe como é?

fazer com carinho não é só fazer com cuidado, é pensar em quem vai usufruir do que você tá fazendo. se você faz almoço só pra você, tanto faz se faltou sal no arroz ou não. mas se é pra alguém que você gosta, aí são outros 500. parece que a gente dá mais atenção, fica mais presente. parece não, é.

imagina que louco se tudo o que a gente fizesse fosse usufruído por outra pessoa? na real, é assim mesmo. é uma ingenuidade nossa acreditar que as pessoas não tão observando o que a gente faz. elas olham cada detalhe e se tem carinho em cada passo, elas vão querer sentir isso mais de perto também.

talvez, por mim mesma eu jamais encontrasse a força de vontade de fazer tudo com mais carinho (até tirar os copos do escorredor sem correr o risco de quebrar o jogo inteiro). mas pensando em quem pode usufruir disso… a coisa muda e me dá um aperto no coração pensar que as pessoas tão vendo raiva nos meus movimentos.

sentir raiva não é nem nunca vai ser normal, e cada dia vez mais eu vejo como colocar esse sentimento gostosinho nas coisas que eu faço tem mais resultado do que mil textos virais juntos. cada palavra escrita pensando em você aí, do outro lado da tela, me coloca mais perto de mim mesma, de você e de Deus. a gente fica todo mundo junto num bolo só e entende que a confiança entre nós é inabalável e inquebrantável (sempre amei essa palavra). a gente se cuida, entende?

escrever com carinho é bom. fazer um chá assim também. até montar o calendário do bullet journal com esse quentinho no coração me faz mais feliz. quando eu esqueço disso, parece que eu perco o eixo e tudo fica mais confuso: eu fico desengonçada e desastrada, eu perco o equilíbrio e penso em mim mesma muito mais do que deveria (e com muito menos gentileza do que seria aceitável).

o exercício é esse: ficar atenta a cada movimento, ao que você sente, e colocar você em cada palavra, foto, tuíte ou brigadeiro de panela que fizer. em cada olho gatinho, look com meia arrastão, fechar de janela na chuva. em cada dar de mãos, aconchego embaixo das cobertas e maratona de Sense8 num domingo preguiçoso.

como você coloca carinho no que faz?

RELATED POSTS

8 Comments

  1. Responder

    Sheilas

    maio 12, 2017

    Oie Linda?!
    Observo você a alguns dias, mas só agora tomei coragem para dizer o quanto tenho me alimentado do seu blog. Passei por algo no último domingo que me vez ficar muito triste e não gravar os vídeos para o meu Canal “Sheila da Luz” essa semana. E teu post fala exatamente disso sabe?! Passei por uma situação que me deixou meio triste e não consegui gravar pq tudo o que eu apresento não é só pra mim, mas também para tocar o coração de alguém, e por esse motivo não tive coragem de gravar para não ser falsa com as pessoas que estão do outro lado e que me levam no coração como amiga. Mas em contra partida fiz muitos posts, e foram os meus posts(que faço com tanto amor e carinho) que me ensinaram que eu preciso seguir em frente! E que meus sonhos não podem ser balados ou frustrados quando quem mais importa que é Deus está ao meu lado. Parabéns pelo blog linda! Me identifiquei muito com você. Vou ficar sempre por aqui! Bjus!!!

    • Responder

      Maki

      maio 13, 2017

      <3 obrigada pelas suas palavras, Sheila! e força!

  2. Responder

    Maria Tereza

    maio 11, 2017

    Muito lindo e verdadeiro. Tudo o que precisava ler hoje.
    Seus textos me fazem melhor.
    bjs

    • Responder

      Maki

      maio 12, 2017

      brigada você, Maria Tereza ♥

  3. Responder

    Carolina Garcia

    maio 11, 2017

    Que texto lindo!
    Você, como sempre, cuidando de nos fazer acreditar que em tudo, dá pra se colocar mais uma pitadinha de amor. <3
    Posso dizer que sou sua fã, que amo a maneira com que escreve e inspira outras pessoas a se tornarem pessoas melhores e mais amáveis. Você me faz querer ser melhor, você me faz querer escrever tão lindamente assim também. Aliás, muito da minha volta com meu blog tem a ver com você. E acho que você nem sabe disso – ainda.
    Obrigado por me ajudar a entender que a minha missão (espalhar amor pelo mundo, como escrevi lá no meu blog) pode se juntar com a sua e assim a gente tenta fazer desse mundo um lugar melhor, mais feliz e mais perto de Deus.
    Acredito que ele tenha colocado você no meu caminho (ou na minha timeline do Facebook!) para me fazer enxergar que ser amor no mundo não é besteira, é propósito de vida.
    Obrigado por seus textos inspiradores. Obrigado por ser inspiração. E obrigado por me deixar ser inspirada por você. <3

    • Responder

      Maki

      maio 12, 2017

      nossa, Carol, como faz pra não chorar com esse comentário lindo? ♥
      é isso mesmo, vamos juntas em busca de um mundo com mais amor e mais carinho, e vamos espalhar esse sentimento lindo onde quer que a gente vá. assim a gente incentiva os outros a fazerem o mesmo, né?
      brigada mesmo ♥

  4. Responder

    mari

    maio 11, 2017

    Maki, como sempre, me fazendo pensar! Nossa, como cresci como pessoa desde que conheci teu blog… Teus posts são como um guia pra mim, sabe? Do tipo: xi, tô fazendo isso muito errado! E o post de hoje foi exatamente assim! Me identifiquei muito com essa questão da raiva, faço muitas coisas com esse sentimento… E nunca pensei que, se eu pensar nos outros e fizer tudo com carinho, minha vida poderia melhorar muito!
    Obrigada por isso!
    Xêro

    • Responder

      Maki

      maio 12, 2017

      mas é verdade, né? se você fizer tudo com carinho, você cuida de você e dos outros, né? ♥

LEAVE A COMMENT