Diário #76 – Confia em mim

Confia em mim. Acredita quando eu digo que tudo vai ficar bem, que não aconteceu, que isso tudo não é real. Confia quando eu digo que o seu coração é a coisa mais linda que o mundo inteiro já viu. Supera qualquer aurora boreal, show de fogos de Ano Novo, qualquer filme de amor de Hollywood.

Confia. Eu sei que o mundo te ensinou a ser desconfiado e a acreditar que você precisa se defender de todo mundo. Que você precisa construir muros gigantes pra garantir que ninguém vai partir o que sobrou do seu frágil coração. Mas confia em mim. Não precisa ser assim. O mundo não te ameaça, ele não pode te machucar.

Confia em mimFoto: Luisa Chequer Fotografia

Segura na minha mão. Ela é a nossa ligação nesse planeta, tão pequeno em relação ao universo. Sente o calor correndo nos meus dedos? É o mesmo que corre nos seus. E a minha pele? Ela é igual a sua também. Pode ser que a cor não seja exatamente a mesma, mas isso é só um detalhe. Segura forte. Tá vendo só? Prestando atendo nos meus dedos entrelaçados nos seus é difícil pensar que qualquer coisa possa machucar a gente, né?

Então. Confia. Confia no que eu tô te falando. Ninguém vai te machucar. Ninguém pode te machucar. A gente acha que tem que ficar na defensiva o tempo inteiro porque foi ensinada que o mundo é cruel. Que ele é perigoso e frio e malvado. E pode até parecer assim mesmo. Mas a gente não tá olhando pro mundo agora.

Eu tô olhando pra você. E tô pedindo pra você confiar em mim. Confia no que a gente tá fazendo juntos, nesse segurar de mãos que na verdade é a nossa salvação dessa loucura toda. Quando a gente se conecta assim parece impossível não acreditar que existe mesmo uma saída pra isso tudo.

Confia em mim. Se você precisar sair por aí pra provar essa teoria, pra tentar me mostrar que o mundo não tem jeito e não há mais esperança pra humanidade, vá em frente. Eu vou te segurar quando você cair. Eu vou ser a sua rede de segurança, o seu porto seguro. Vai sem medo. Eu te amparo se você precisar. E se você não precisar também. Confia que eu vou estar aqui, porque eu vou. Sempre. Mesmo que você ache que tá sozinho no mundo.

Se você olhar fundo na sua mente, vai ver que eu tô sempre lá, esperando você pegar na minha mão. Ela vai estar sempre estendida pra você, então confia. Só confia em mim.

Ninguém nunca te disse isso antes, né? Não sinceramente, pelo menos, não sem defesa, não sem um muro na frente que te mostrava que, na verdade, você não devia confiar coisa nenhuma. Mas eu não tenho mais barreiras, eu não tenho medos e eu confio em você. Em tudo, com a minha vida. Eu sei que você vai me segurar se eu cair só porque eu sei quem você é de verdade. Eu confio em você.

Eu confio que existe uma saída pra essa solidão que você sente todos os dias, pro medo que te congela toda vez que anoitece e você sabe que vai voltar pra casa sozinho. E só porque eu confio, é que eu posso te oferecer a mão assim. Na verdade, é só por isso que eu posso te oferecer a minha vida inteira. No fim das contas, ela é sua também.

O mundo não passa de um parque de diversões, se você souber como olhar pra ele. Então, confia que eu vou te mostrar esse novo jeito de olhar. Eu te garanto que vale pena. E se você não quiser ver assim agora… Tá tudo bem.Vai em paz, faz o que você tem que fazer.  Chore se for preciso, quebre o seu coração quantas vezes for necessário, tenha momentos de euforia, conheça os quatro cantos do planeta, faça uma tatuagem, plante uma árvore, tenha um filho. Não tem problema. Eu espero. Sem você, eu não vou a lugar nenhum.

Quando você quiser, é só me chamar. Eu estarei lá, com a mão estendida e o sorriso no rosto, como sempre estive. As nossas mãos vão se encaixar como duas peças de um quebra cabeça e você vai ter certeza que, no fundo, as nossas palmas nunca estiveram separadas.

Confia em mim. Tá bem?

4 comentários

  1. Vontade de replicar esse post, para colocar nos postes aqui do rio. Precisava compartilhar essas palavras. ♥

    1. Maki respondeu Clara Rocha

      colocar nos postes do Rio pode ser complicado, mas a gente pode começar replicando isso no dia a dia, né? não é tão difícil ♥ (ps: confia em mim)

  2. Erika/SP comentou:

    Ahhhh….como eu gosto de ler seus textos! :) Neste mundo tão complicado, é tão bom quando podemos contar com alguém para nos ajudar, nos fazer companhia! Seja uma pessoa, um animalzinho de estimação… segura na mão e vai! :) Beijocas, Erika
    Ps.: Que foto linda no meio das cerejeiras!!!! :)

    1. Maki respondeu Erika/SP

      não é? é só segurar mesmo, que tá tudo bem
      ps: obrigada!

deixe seu comentário