O dia que eu comprei um ukulele

Quem me acompanha no Instagram (segue lá, migs!) viu que eu tenho um novo amigo: o nome dele é Théo e ele é um ukulele. A ideia não surgiu do nada, mas veio depois de marinar a ideia na minha cabeça por muito tempo (pelo menos uns seis meses) e depois de uma aula incrível como uma pessoa mais incrível ainda no Centro Cultural de São Paulo (melhor lugar, visitem! <3)

O dia que eu comprei um ukulele

Eu sempre reclamei de não saber tocar um instrumento musical, mas ao mesmo tempo, eu também nunca tive interesse o suficiente para aprender de verdade. Isso mudou tem um tempinho, quando eu comecei a pensar que seria legal tocar o ukulele. Primeiro porque já ouvi dizer muitas vezes que é bem mais fácil que um violão (e é mesmo) e segundo porque o som é muito gostosinho, e sinto que combinaria mais comigo.

Então, lá fui eu na Rua Teodoro Sampaio comprar o meu ukulele. O meu da Kalani, e eu comprei depois de passar em algumas lojas, pedir indicações pros vendedores e pesquisar um pouco o preço na internet. Comprei o que seria o melhor custo benefício pra mim. Se a marca é boa ou não, eu não sei dizer – nem tenho conhecimento o suficiente pra isso! -, mas tem servido o meu propósito que é aprender a tocar.

No primeiros dias, tenho que confessar que mantive a minha distância do ukulele. O medo de ser ruim era muito grande e a minha crítica musical interior já dizia que eu ia falhar miseravelmente nessa missão. Não sei dizer se tô tocando bem ou mal, mas tenho treinado todos o dias desde quarta passada e parece que a coisa toda tá ficando mais fácil.

Peguei duas músicas (uma que a minha amiga me ensinou no dia que a gente foi no Centro Cultural, e uma outra que achei na internet – músicas fáceis para ukulele pesquisar) e tenho praticado uns 4 acordes diferentes. O mais difícil, até agora, é com certeza o strumming pattern, o dedilhar das cordas, que pra mim parece uma missão impossível. Mas tudo bem.

Duas coisas que tem me ajudado nisso: o YouTube, com milhares de tutoriais incríveis e aulas de grátis (recomendo o canal do The Ukelele Teacher, é em inglês, mas é incrível!) e um aplicativo que descobri tem uns dois dias, chamado Yousician e que tem aulas pra vários instrumentos, inclusive o uke.

Com tudo isso, queria dizer que aprendi duas coisas importantíssimas com o Théo, mesmo a gente se conhecendo tem tão pouco tempo:

  1. Aquela coisa de ‘quem quer arranja um jeito, quem não quer uma desculpa’ tem o seu fundo de verdade (afinal, eu só fui atrás quando quis aprender a tocar um instrumento de verdade)
  2. A gente só consegue ficar bom em alguma coisa depois de praticar muito mesmo.

Eu sei que já falei um bocado sobre essa coisa de a gente só virar uma Céline Dion se treinar o tanto que ela treina diariamente, mas é só colocando a mão na massa e tirando da frente o nosso medo a respeito de qualquer coisa que a gente percebe o quanto isso é verdade. Ninguém vira o Iz Kamakawiwo’ole (saúde!) do dia pra noite.

Enquanto isso, eu vou continuar treinando Sorry até os dedos sangrarem e eu não aguentar mais tocar esses três acordes que eu já sei de cor (detesto sair do Am pro G, gente, é uma desgraça).

Você já aprendeu a tocar algum instrumento? Tem alguma dica?

 

Você toca algum instrumento? Tem alguma dica pra me quem tá começando?

13 comentários

  1. Luana comentou:

    Eu tenho um violão a 6 anos, nunca aprendi a tocar. Eu ja tentei sozinha mas pra mim é mt dificil, nunca fiz aula. De uns tempos pra cá eu me apaixonei por uma banda q toca bastante ukulele e me apaixonei pelo som. Tenho pensado em vender meu violão e começar pelo ukulele q parece ser bem mais facil. N sei ainda.

  2. Isabela comentou:

    Tenho muita vontade de aprender violão, mas sempre desisto na pestana :/ estou pensando em comprar um ukulele e começar por ele, talvez seja um incentivo, e o som é bem fofo tbm rs <3

    1. Maki respondeu Isabela

      olha, eu preciso dizer que peno com pestana também, viu? acho que é questão de prática e treinar a força dos dedos (o que é o mais difícil, né?)

  3. Eu tocava violão e guitarra na adolescência, mas com a faculdade acabei deixando de lado. :( É uma sensação de liberdade muito grande poder tocar algo. <3

    1. Maki respondeu Katarina Holanda

      nossa, é isso mesmo, né? uma sensação de liberdade mesmo! é uma delícia ♥ dá um quentinho no coração

  4. em primeiro lugar, quero dizer que foi através do seu lindo blog que conheci o grupo “se organizar, tudo mundo bloga. obrigada! sou grata por isso. agora com relação ao seu novo amigo. cara, eu estou muito afim de comprar um ukulele pra mim. amo os om que ele produz, no meu imaginário é uma coisa meio que me transporta pro havaí hahahaha sou apaixonada pela aquela ilha. ainda estou gestando a ideia de ter um uku pra chamar de meu, mas é quase certo que vou comprar.já toco flauta doce, aprendi quando adolescente e nunca me afastei desse aprendizado. uma dica? a prática faz o bom tocador. então, pratique.

    Beijos
    http://www.entaoeisso.com

    1. Maki respondeu Joene m. acostt

      oi, Joene! ah, compra sim! o som é uma delícia e eu acho incrível essa vibe havaí também, ahahahaha. ótima dica! eu tenho praticado quase todos os dias e tô vendo o resultado, tá ficando mais fácil trocar os acordes, por exemplo ♥ depois me conta como tá indo com o seu uke!

  5. Babee comentou:

    Eu já me aventurei bastante pelo mundo dos instrumentos! Já toquei harpa, violão e teclado… Se eu tocava bem? Até que sim, mas não tive paciência! Hoje em dia, encontramos tudo sobre cada um deles na internet, quando eu me aventurava, eu tinha que ter migos que soubessem tocar, ou ir no cifrasclub aprender HAUEHAUE

    1. Maki respondeu Babee

      MIGA COMO ASSIM CÊ TOCAVA HARPA? que coisa mais incrível! *.*
      e verdade, a internet tem sido uma aliada e tanto nisso. acho que sem ela eu desanimaria fácil. mas tem me mantido motivada justamente pelo tanto de informação/tutoriais que eu encontro online ♥

  6. Flávia comentou:

    maki, acompanho teu blog há um tempo mas é o primeiro post que comento por motivos de: adorei a ideia do uke, sempre quis aprender um instrumento mas sempre achei violão grande e praticamente impossível por causa das minhas mãos/dedos pequenos </3 enfim, comecei a pesquisar depois que vi teu post, reunindo sites que tenham dicas e falando sobre as marcas. espero ver algum vídeo teu tocando em breve, mesmo que seja pra mostrar algo novo que aprendeu!

    1. Maki respondeu Flávia

      eita! não sei quanto a ideia do vídeo, ainda tenho que praticar muuuuuuuito pra me sentir bem tocando pra câmera. mas quem sabe, né?
      mas que incrível! pesquisa bem sim e, se der, compra o seu ♥ é uma delicinha de tocar. não sei te dizer muito sobre a marca que comprei, mas sei que vale investir em cordas boas, o nome da que me recomendaram é áquila, se não me engano.

  7. isa comentou:

    miga a gente vai conseguir, eu tenho fé na gente!

    1. Maki respondeu isa

      eu também! ♥

deixe seu comentário