Como ficar motivada com o seu bullet journal

Eu já cansei de falar sobre como o bullet journal salvou a minha vida e como eu serei eternamente grata por esse método maravilhoso que me ajudou a ser bem mais organizada, ainda mais trabalhando de casa. Mas mesmo tendo um carinho enorme por esse caderninho salvador, tem horas que dá uma baita de uma preguiça de escrever ali. Principalmente de final de semana.

Como ficar motivada com o seu bullet journal

Eu duvido que você não tenha sentido isso em algum momento do seu dia/semana/mês com o bullet journal e se você falar que não teve aquela preguicinha básica, é mentira. Mas o ponto aqui é que tudo que se torna uma rotina fica meio cansativo, às vezes, e pode ser difícil encontrar motivação para continuar em frente (ui, que profundo pra um texto sobre BuJo ahahaha). Se esse cara é você, aí vão algumas dicas pra ajudar a segurar essa barra que é gostar de você:

Pare de complicar

Se você usa o seu BuJo pra controlar o clima, o quanto de água você bebe num dia, o que você come, quantas vezes você postou no Instagram, quantas voltas você deu no quarteirão com o seu cachorro e mais mil coisas, vai ser difícil mesmo. O objetivo do bullet journal é você focar no básico, no que é necessário para que você continue organizada (e não pra que você vire um control freak). Uma dica é dar uma bela de uma maneirada no que você coloca ali e focar no que é importante mesmo.

Torne o BuJo o seu único método de organização

Se você tem o BuJo, mas insiste em mandar e-mails pra si mesma com lembretes de coisa pra fazer (euzinha), então tem algo errado. O bullet journal não foi criado para ser um método adicional, mas, sim, o principal. Por isso, deixe de lado todos os outros apps que você usa para se organizar e foque apenas nele. É impossível você não ficar motivada quando sabe que tudo o que você precisa está ali.

Reveja o que funciona e o que não dá certo

Por uns meses, esse ano, eu tirei o habit tracker do meu BuJo porque simplesmente não estava dando certo mais. Eu nunca lembrava de preencher e olhar para aquilo me fazia mal, me deixava para baixo. Mas agora eu coloquei de novo, porque senti falta de marcar algumas coisas ali. Então, é tudo uma questão de você saber como o seu bullet journal funciona a seu favor. Ele tem que ser uma ferramenta facilitadora, viu?

Pare de se comparar

Você tá fazendo o seu BuJo direitinho e ele está funcionando muito bem, mas fica com aquela sensação de derrota sempre que olha pras inspirações do Pinterest ou do Tumblr. Apenas pare, amiga. Cada pessoa funciona de um jeito e o seu bullet journal não precisa ser uma obra de arte para funcionar bem. Não se preocupe se a sua letra é meio bagunçada ou se você não sabe fazer mil caligrafias diferentes. O importante é que ele te ajude a se organizar. O que me leva ao próximo ponto:

Lembre do seu propósito

Qual o objetivo do seu bullet journal? Por que você está usando esse caderno? É só pra entrar na onda do momento? É pra postar foto com a hashtag no Instagram? Pra quê ele serve, afinal? Se você quer se organizar, então saiba que esse é o propósito dele. Se você quer usar como um arquivo de furtos, então o propósito muda. Mas tenha sempre em mente a resposta desse ‘pra quê’. Se você não sabe porque está fazendo alguma coisa, é hora de mudar o foco, não?

Sentir uma preguicinha vez ou outra é normal, mas se a gente manter em mente o nosso propósito, o porque de fazer qualquer coisa (mesmo um bullet journal), tudo flui muito mais fácil, sabe?

Como você se mantém motivada com o BuJo?

BEDA2016

8 comentários

  1. grazi comentou:

    aqui estou finalmente animada com a ideia de ter um BuJo. Quem diria? É só dizer que melhora a organização que já me chama atenção. Lá vou eu ler todos os seus posts about bullet hahahah =D

    1. Maki respondeu grazi

      ahaha olha, e ajuda mesmo, viu? foi o que me salvou!

  2. Eu uso o planner argolado mas o objetivo é o mesmo do bujo, no começo eu me sentia bem mal de não fazer decorações maravilhosas iguais do pinterest, mas aí lembrei que to me organizando e o importante é isso não a quantidade de adesivos que eu colo rsrs
    adorei o post! Beijão

    1. Maki respondeu Stephanie Ferreira

      siiimm! você vê uns planners também que SEN OR, parecem quadro do Monet. mas o objetivo não é esse, né? quando a gente tem o propósito certo na mente, fica bem mais fácil.

  3. mUITO OBRIGADA POR ESTAR COMPARTILHANDO ESSAS COISAS, EU ESTOU ME INSPIRANDO MUITO PRA COMEÇAR MEU BUJO E TÔ AMANDO SUAS DICAS!
    TE INDIQUEI NO MEME ESCRITO, SE QUISER FAZER!
    bEIJO :*

    1. Maki respondeu Ana Bonfim

      que legal, Ana, fico muito feliz!

  4. Thay comentou:

    Que post maravilhoso! Estou atualmente migrando do método do planner para o do bullet journal e estou achando excelente. Enquanto no planner me sentia um pouco engessada na maneira de montar minha rotina, tenho sentido uma liberdade bem maior no momento de passar minhas tarefas no bujo. Ainda uso o “corpo” do planner, afinal, pra quê desperdiçar, e tem sido uma boa. Adorei seu post e as dicas! <3
    Um beijo!

    1. Maki respondeu Thay

      ah, eu amo o bujo justamente por isso, ele é muito flexível e não tem como você não se adaptar à ele. é ótimo, né?
      beijos e obrigada ♥

deixe seu comentário