Carta aberta para Deus

Querido Deus,

Sei que não há necessidade, pois não existem culpados, mas eu queria pedir desculpas. Por muito tempo, eu achei que você não era real. Eu achei que você era uma invenção das pessoas desesperadas, como uma forma de encontrar sentido num mundo em que o sentido, realmente, não existe.

Mas eu estava errada. Na verdade, não é ‘errada’ a palavra certa, é ‘equivocada’. Eu me equivoquei, Deus, e achei que você era só uma história. Uma ilusão. Mal sabia eu que a ilusão era tudo aquilo que eu chamada de ‘vida’.

me ensina a amar

Por muito tempo me senti sozinha no mundo, não sabia pra onde ir, o que eu estava fazendo e como lidar com a pressão que é viver no mundo. Às vezes, a pressão era demais e eu pensei em desistir. Pensei mesmo, achando que isso resolveria todos os meus problemas. Obviamente, essa era só mais uma das minhas ilusões.

E tudo bem. Hoje eu vejo que os meus equívocos eram só isso, equívocos, impassíveis de culpa, pensamentos inocentes, tão inocentes como eu. Hoje eu acredito em você, mais do que em qualquer coisa, e eu vi o seu poder de pertinho. Vi o seu poder em mim mesma. Porque, agora eu sei, sem sombra de dúvidas, que eu e Você somos a mesma coisa. Não há diferenças entre nós. Não existe um fim nem um começo. Somos um só.

Deus – e Te chamo assim, porque ainda me equivoco de vez em quando, e é difícil Te chamar de Pai -, eu achei que tinha sido abandonada. Que você tinha esquecido de mim e que eu era só mais uma alma perdida nessa baderna. Eu tinha certeza que eu não tinha utilidade, necessidade. Que eu era só mais um monte de carbono e água andando sem direção por aí.

Hoje, eu sei. Eu sei a Verdade. Sei que Você nunca me abandonou – nem nunca vai. Isso é impossível. Essa ideia não passa de uma maluquice da minha cabeça, meu Pai jamais me abandonaria. E eu, como sua Criação, continuo perfeita e inocente como sempre fui. Eterna. Incorruptível. Inquebrantável.

Deus, não precisa, eu sei, mas preciso reiterar que isso não faz parte dos óculos da Religião que algumas pessoas colocam. Elas, como eu, são seu Único Filho, são parte de mim, parte de você, e escolheram uma outra forma de tentar encontrar a verdade. Uma hora, elas, também como eu, vão saber a Verdade verdadeira, e não vão ter dúvidas. Padre nenhum no mundo vai conseguir convencê-las do contrário.

Você me mostrou o caminho, mesmo que eu não soubesse disso na época, e me levou onde estou hoje. E, por isso, eu já estou em eterna gratidão. A estrada que eu segui me trouxe à porta certa. E eu não me arrependo de nada. Como poderia?

Deus, eu vi provas de que nenhum pedido sincero deixa de ser atendido. Então, hoje, com lagrimas nos olhos e seguindo os passos que você me indicou, eu Te peço: me mostre o que é o Amor Verdadeiro.

Eu quero aprender a amar… Como você me fez na Criação. Tem horas que eu ainda não me acho digna desse tipo de Amor. E sinto que preciso me esconder e encontrar defeitos em mim mesma, um mecanismo de defesa, uma forma de me esquecer de Você de novo.

Pai, me ensina a amar? Existem momentos que parece tão fácil, tão natural. Mas ainda me assusta. Me assusta mais ainda ser amada. Então, aproveitando, me ensina a ser amada?

Eu me escondo do amor. Crio condições e limitações porque não me acho digna de ser amada, de ser querida. Então eu me isolo. Me escondo ainda mais. Sumo do mapa por uns dias esperando que alguém perceba a minha ausência.

Mas isso não é amor. Isso é falta. É carência. O Amor simplesmente é. Ele é perfeito e magnífico e magnânimo. Ele independe de qualquer coisa. Você começa a sentir na pontinha dos dedos dos pés e vai até o último fio de cabelo e dá um calor difícil de controlar. Você chora e ri ao mesmo tempo, na presença do amor. Eu sei que me encho de vida quando eu amo. Porque é isso: o amor é a vida; a vida é o amor.

Pai, me ensina a fazer isso em tempo integral? A amar e ser amada? Me ajude a escolher. Me ajude a escolher o Amor Incondicional. Verdadeiro. Perfeito. Eu quero viver a Verdade sobre mim.

Me ensina a receber carinho e não me esquivar da mão alheia. Me ensina a não ter vergonha de sentir o olhar amoroso do outro. Me ensina a felicidade que é ver a felicidade no próximo.

Eu tenho problemas de confiança. Você sabe disso. Talvez por isso eu ainda não tenha feito essa escolha. Mas eu quero. Eu quero confiar. Totalmente. Eu não quero duvidar da Sua capacidade. Nem da minha. Não quero mais duvidar de mim, do meu potencial, do meu coração.

Eu estou cansada de inventar desculpas. Cansada de esperar o ‘amor’ vir até mim, quando eu sei que é contrário: ele vem de mim. Cansada de abafar a voz do Amor Verdadeiro em busca de uma versão distorcida e temporária que o mundo inventou. Que eu inventei.

Pai, me ensina? Eu quero aprender. E sei que, com isso, eu vou fazer o que eu sempre sonhei, o que eu, nos meus devaneios de criança, achava que era a minha missão, mas que agora eu sei que também é a Sua: salvar o mundo.

Deus, vamos salvar o mundo?

12 comentários

  1. Celia comentou:

    Oi Maki! Que texto incrível :)
    passei por tantas coisas parecidas e parece que estamos na mesma jornada.
    Enxerguei a mim mesma em tantos pedacinhos do seu texto que foi um pouco assustador haha.
    Fico feliz mesmo assim, sabendo que na verdade somos mesmo todos parecidos, no sentido de que todos precisamos descobrir essa vida real e sem cobranças até de nós mesmo.
    Porque Deus nos ama assim mesmo, do jeito que a gente é.

    Um abraço cheio de amor pra você! E sigamos firmes e fortes =*

    1. Maki respondeu Celia

      Oi, Celia!
      Que bom que você gostou do texto, eu fico muito feliz. É isso mesmo, a gente tem que reencontrar essa nossa conexão com a Vida, aquilo que a gente é de verdade, e ela só existe junto de Deus.
      Vamos juntas ♥

  2. Fernanda comentou:

    Chorei de alegria e amor aqui! Obrigada por suas palavras Maki! Gratidão <3

    1. Maki respondeu Fernanda

      Obrigada você, Fernanda, por compartilhar a sua emoção aqui! <3

  3. Lila comentou:

    Oi Maki!!! Amei o texto! Como sempre vc arrebentando!Muita energia positiva p/ vc! Bjosss

    1. Maki respondeu Lila

      Oi, Lila! Ah, que fofa você! Fico feliz que gostou! Beijos!

  4. Maria Tereza comentou:

    Olá! Você é uma linda. Eu simplesmente amo os seus textos e o seu jeito de escrever.
    Creia no seu coração muitas jovens precisam de você e do seu testemunhos, há muita desesperança no mundo. Deus é tudo e muito mais do que possamos sequer imaginar, fico feliz por você conhecê-lo e amá-lo. desejo que ele te abençoe grandemente. bjs. Maria Tereza

    1. Maki respondeu Maria Tereza

      Oi, Maria Tereza, tudo bom?
      Poxa, que coisa mais linda o seu comentário. Obrigada mesmo! <3

  5. Livia Monique Dantas comentou:

    Que lindo, obrigada por me lembrar que estamos bem perto do final da bagunça que chamamos de vida e mais pertinho da Verdade.

    1. Maki respondeu Livia Monique Dantas

      Livia, obrigada você também! E vamos juntas :)

  6. Renata comentou:

    Parça! <3

    1. Maki respondeu Renata

      Parça ♥

deixe seu comentário